Susana Werner diz viver 'cárcere privado de rico'

Por UOL

Susana Werner, 46, fez um novo apelo público após acusar o marido Julio Cesar, 44, de abuso patrimonial.

Reprodução/Instagram

A ex-atriz disse que tem um cartão "superválido com limite justo", mas afirmou não ter dinheiro para pagar um advogado que a "tire" dessa situação.

Reprodução/Instagram

"O acesso ao dinheiro do casal me está sendo dificultado. Nem a mesada do mês eu recebi e hoje já são 12 de dezembro. Seria isso cárcere privado de rico?", questionou.

Reprodução/Instagram

Susana pede que Julio pague os advogados da separação e diz que o casamento foi em comunhão de bens.

Reprodução/Instagram/susanawerner

"Ele não tinha nada antes do casamento. Começamos morando em minha casa e paguei nosso casamento", disse.

Reprodução/Instagram

E completou: "Não tínhamos nada e hoje tudo que temos é MEU E DELE, mas só ele tem acesso e só ele gere, por um grande erro meu".

Reprodução/Instagram

Susana é dona de salões de beleza, mas diz que os estabelecimentos ainda não dão lucro. Com isso, é dependente do dinheiro do fruto do patrimônio do casal.

Reprodução/Instagram @susanawerner

Ela ainda afirmou não ter conta conjunta, apenas uma conta onde recebe a mesada depositada por Julio.

Paulo Siqueira/Folhapress

Susana confirmou o fim do casamento com o ex-goleiro, no sábado (9).

Luciola Vilela/UOL

Ela chegou a anunciar o fim do casamento, em maio, mas confirmou a reconciliação cerca de 48 horas depois.

Reprodução/Instagram

"Fomos precipitados. Nosso coração dói demais e não estamos preparados para vivermos longe um do outro."

Reprodução/Instagram

A violência patrimonial acontece quando o homem passa a controlar o salário ou os gastos da companheira.

Reprodução/Instagram

Se o homem passa a controlar os gastos da companheira, ou mesmo seu salário ou retém um documento seu para prendê-la naquela relação, a Justiça entende ser violência patrimonial contra a mulher.

Ibraheem Al Omari/Reuters
Publicado em 13 de dezembro de 2023.