Suga açúcar do sangue, baixa pressão e extrai colesterol: os benefícios da uva à saúde

Por Samantha Cerquetani

Existem uvas em diferentes cores e com ou sem sementes, sendo as roxas (uva Rubi) e verdes (uva Itália) as mais comuns.

Getty Images/iStockphoto

Quanto mais escura a uva, maior a quantidade de antioxidantes, incluindo resveratrol, vitaminas A, C, E e K, e minerais como cálcio, magnésio, fósforo e potássio.

Pixabay/Revista Adega

A uva roxa é menos calórica, com 50 kcal em 100g, comparada à uva verde, que contém 56 kcal.

Getty Images/iStockphoto

Benefícios para o Coração: O consumo regular de uvas auxilia na prevenção de problemas cardíacos, graças ao potássio que controla a pressão arterial e ao resveratrol que melhora os níveis de colesterol.

iStock

Controle do Açúcar no Sangue: Apesar do teor de açúcar, a uva tem baixo índice glicêmico e pode ajudar a controlar o açúcar no sangue, especialmente em pessoas com diabetes, devido ao resveratrol.

iStock

Saúde Ocular: A presença de antioxidantes como luteína e zeaxantina nas uvas beneficia os olhos, reduzindo o estresse oxidativo e protegendo contra doenças oculares.

iStock

Propriedades Anti-Inflamatórias: Os compostos fenólicos presentes nas uvas têm ação anti-inflamatória, auxiliando na prevenção de infecções e fortalecendo o sistema imunológico.

iStock

Antienvelhecimento: O resveratrol nas uvas ativa genes associados ao envelhecimento mais lento, aumentando a longevidade e prevenindo a oxidação celular.

iStock

Alívio da Prisão de Ventre: A alta quantidade de água e fibras nas uvas, principalmente na casca, ajuda na hidratação e na regularidade do trânsito intestinal.

iStock

Estudos sobre Câncer: Pesquisas indicam que o resveratrol pode reduzir riscos de câncer, bloqueando o crescimento das células cancerosas, mas mais estudos em humanos são necessários para confirmação.

iStock

Melhoria do Funcionamento Cerebral: Estudos em animais sugerem que o resveratrol pode melhorar aprendizado, memória e humor, indicando benefícios potenciais para doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer.

iStock

Recomenda-se consumir 10 uvas ou um cacho pequeno por dia, dentro de uma dieta balanceada, preferencialmente in natura ou como suco de uva integral.

Getty Images

Indivíduos com problemas renais devem ter cuidado com a quantidade e frequência de consumo, devido ao teor de potássio nas uvas.

iStock

Para mais informações, acesse VivaBem.

Instagram/vinicolaguaspari
Publicado em 09 de janeiro de 2024.