BENEFÍCIOS do OVO para SAÚDE: Cozido, mexido ou poché previnem doenças

Por Samantha Cerquetani

A colina encontrada na gema do ovo pode melhorar o desempenho cerebral e reduzir o risco de demência.

iStock

Os ovos contêm luteína e zeaxantina, antioxidantes que acumulam na retina e ajudam a prevenir catarata e degeneração macular.

iStock

A proteína do ovo ajuda a controlar o peso, aumentando a sensação de saciedade e reduzindo a ingestão calórica após o consumo.

iStock

Estudos sugerem que o consumo de ovos não está associado ao aumento do risco de doenças cardiovasculares e AVC em pessoas saudáveis.

iStock

Consumir ovos pode melhorar os níveis de glicose em jejum em pessoas com diabetes tipo 2, desde que com moderação (até três ovos por semana).

iStock

O ovo pode ser preparado de diversas formas, como cozido, frito, em omelete, mexido e como ingrediente em várias receitas, como bolos e tortas.

iStock

Cozido: A forma mais simples e nutritiva, pode ser temperado com azeite, sal e hortaliças.

iStock

Omelete: Uma opção rápida, onde os ovos são batidos com ingredientes adicionais como cebola e queijo.

iStock

Frito: A forma menos recomendada devido à fritura, mas ainda popular.

Getty Images/iStockphoto

Mexido: Os ovos são cozidos em uma frigideira e mexidos até atingir a consistência desejada.

Getty Images/iStockphoto

O ideal é não exceder três ovos por semana para quem tem diabetes devido ao risco de eventos cardiovasculares.

Itaci Batista/Estadão Conteúdo

Como com qualquer alimento, o equilíbrio é essencial ao consumir ovos.

Getty Images/iStockphoto

O ovo pode ser parte de uma ampla variedade de pratos e receitas. Aproveite!

Jona Novak/Unsplash

Para mais informações, acesse VivaBem.

Getty Images/iStockphoto
Publicado em 09 de novembro de 2023.