UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/12/01/teixeira-foge-e-ronaldo-mostra-lado-showmanque-usara-no-comite-da-copa-2014.htm
  • Teixeira 'foge' e Ronaldo mostra lado 'showman' que usará no comitê da Copa-2014
  • 22/01/2020
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Ricardo Teixeira deixa a sala enquanto Ronaldo se prepara para a entrevista coletiva

Ricardo Teixeira deixa a sala enquanto Ronaldo se prepara para a entrevista coletiva

01/12/2011 - 13h56

Teixeira 'foge' e Ronaldo mostra lado 'showman' que usará no comitê da Copa-2014

Vinicius Castro
No Rio de Janeiro

O anúncio do ex-jogador Ronaldo como membro do Conselho Administrativo do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014 reservou alguns fatos curiosos, na manhã desta quinta-feira, em um hotel da Zona Sul do Rio de Janeiro. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) convocou os jornalistas para uma entrevista coletiva de Ricardo Teixeira, presidente da entidade.

Porém, o esperado evento nem sequer foi iniciado. Esperava-se que Ricardo Teixeira respondesse sobre denúncias e assuntos polêmicos envolvendo a realização do mundial. Mas o dirigente fez apenas um breve pronunciamento e deu lugar a Ronaldo na mesa. Poses para fotos e despedida.

Antes, Ricardo Teixeira ainda teve tempo para “amaciar” alguns desafetos, claramente importantes para a realização da Copa do Mundo. O tema “conciliação”, usado para anunciar o Fenômeno, entrou em campo também quando se tratou de Romário e Zico. Como deputado federal, o primeiro é crítico ferrenho do dirigente na condução do COL.

“Ídolos como Romário, Zico e Ronaldo são muito importantes. Como deputado federal, o Romário tem a tarefa própria de fazer questionamentos sobre os andamentos dos processos. É uma situação democrática. O sonho de trazer a Copa do Mundo para o Brasil começou em 2014 e foi chancelado em 2007. Tive o apoio do ex-presidente Lula. Nada disso também seria possível hoje sem a participação do Governo Federal na pessoa da presidente Dilma”, afirmou Teixeira.

No lugar do dirigente, Ronaldo sofreu questionamentos da imprensa e mostrou o lado “showman” que pretende usar na divulgação da Copa de 2014. Com bom-humor, o ex-jogador brincou com alguns repórteres e se ofereceu para responder perguntas sobre possíveis influências na convocação de jogadores. Por fim, lamentou o fato de não poder atuar nos novos estádios para o mundial.

“Infelizmente, parei de jogar e não vou poder ter esse gostinho. Ter o prazer de jogar nesses estádios novos (risos)”, disse.

Durante toda a coletiva, os funcionários do departamento de comunicação da CBF trabalharam via rádio e deixaram as perguntas mais incisivas para a parte final, o que só aconteceu quando Ronaldo se ofereceu para falar sobre os assuntos.

 

COM A PALAVRA, RONALDO

A ESCOLHA
Pensei bastante, cheguei à conclusão que não tinha nada a ganhar, só tinha a perder. Mas a minha ambição é de que as pessoas se aproximem.
INFLUÊNCIAS
No comitê, não tenho nada a ver com a seleção brasileira, nem com escolha de jogadores, independente da minha amizade com o Mano e com o Andrés.
CARREIRA DE EMPRESÁRIO
Não vou me licenciar da 9ine, minha vida vai continuar normal. Não há nenhum tipo de conflito de interesses.
REMUNERAÇÃO
No conselho, tem no contrato social, uma remuneração. Adianto a vocês que eu abro mão, conversando com o Ricardo. Meu compromisso é com o povo.
RELAÇÃO COM TEIXEIRA
Nossa relação é a melhor possível. Aquela pequena briga foi um momento isolado. Eu e a mulher brigamos toda hora, e nem por isso deixo de amá-la.
MOMENTO DELICADO?
Não há crise. Há muita desinformação. E picuinhas. Todo o cronograma está sendo seguido normalmente.
PRIORIDADES
Não faz Copa do Mundo com hospital. Tem que ter estádio. Tem que ver o que vocês querem. Muitos estádios estão sendo financiados pelo BNDES.
O LEGADO
O legado fará o nosso povo se sentir orgulhoso de pagar imposto, realmente vão ser feitas coisas importantes.

 

Placar UOL no iPhone