UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/09/03/na-presenca-de-lula-corinthians-e-odebrecht-assinam-contrato-do-itaquerao.htm
  • Na presença de Lula, Corinthians e Odebrecht assinam contrato do Itaquerão
  • 18/10/2021
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Ex-presidente Lula comparece ao Itaquerão e aprecia o contrato da obra da arena

Ex-presidente Lula comparece ao Itaquerão e aprecia o contrato da obra da arena

03/09/2011 - 12h50

Na presença de Lula, Corinthians e Odebrecht assinam contrato do Itaquerão

Vinícius Segalla*
Em São Paulo

A esperada assinatura de contrato entre Corinthians e a empreiteira Odebrecht para a construção do Itaquerão, estádio sede da Copa do Mundo de 2014, aconteceu na tarde deste sábado, durante a festa de 101 anos do clube alvinegro, no bairro da zona leste da capital paulista.

O ex-presidente Lula compareceu ao local e foi o convidado de honra para apreciar o contrato. O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, e diretores da Odebrecht acompanharam Lula na análise do documento.

“É um dia histórico, tão histórico quanto o gol do Basílio contra a Ponte Preta em 1977 que acabou de aparecer [no telão]”, discursou Lula, em referência ao gol do Corinthians na final do Paulista de 1977, que acabou com um jejum de 23 anos sem título.

Andrés agradeceu ao ex-presidente do Brasil e disse que sempre ouviu os seus conselhos para colocar em prática o projeto. O mandatário corintiano foi por diversas vezes aclamado pelos torcedores.

Segundo informações da Polícia Militar, entre 3 mil e 4 mil pessoas circulam nas ruas de Itaquera para acompanhar a festa, que terá shows musicais.

Projetado para receber 48 mil pessoas e o jogo de abertura do Mundial, capacidade que será ampliada por 20 mil lugares móveis do governo estadual, o Itaquerão terá 180 mil metros quadrados. Além do campo, dos vestiários e das arquibancadas, a arena ainda contará com dois restaurantes (um com 1.130 metros quadrados, para o público em geral, e outro de 180 metros quadrados, apenas para os convidados mais importantes da Fifa), além de um espaço para patrocinadores com 5.000 metros quadrados.

O orçamento previsto para a obra é de R$ 820 milhões, que soma incentivos fiscais da prefeitura (R$ 400 milhões) a um empréstimo do BNDES (R$ 420 milhões). Para chegar a 68 mil pessoas, capacidade necessária para o jogo inaugural da Copa, será necessário um investimento de R$ 70 milhões do Governo do Estado de São Paulo.

O estádio só não é mais caro que a reforma do Maracanã, orçada, até o momento, em R$ 931 milhões.

*Atualizado às 13h45

Placar UOL no iPhone