Clubes brasileiros investiram alto nos elencos e bateram recorde nas compras. Confira o ranking

Por UOL Esporte

Em 2023, os clubes da Série A do Campeonato Brasileiro investiram um total recorde de R$ 1,64 bilhão em seus elencos, um aumento de R$ 274 milhões em relação ao ano anterior

Jorge Rodrigues/AGIF

O valor investido é próximo ao total arrecadado com a venda de atletas em 2022, que foi de R$ 1,62 bilhão, indicando uma organização financeira saudável.

Vitor Silva/Botafogo

Os valores de investimento variam significativamente entre os clubes, refletindo diferentes estratégias e capacidades financeiras

CARLA CARNIEL/REUTERS

O Flamengo foi o clube que mais investiu em seu elenco em 2023, com R$ 280 milhões, acumulando mais de R$ 1,13 bilhão nos últimos cinco anos.

Thiago Ribeiro/Agif

O Palmeiras investiu R$ 178 milhões em 2023, acumulando R$ 828 milhões em cinco anos, enquanto o Vasco investiu R$ 164 milhões na última temporada

Alexandre Schneider/Getty Images

Flamengo, Palmeiras, São Paulo, Corinthians, Santos, Grêmio, Athletico-PR, Fluminense, Cuiabá e Goiás geraram mais caixa do que investiram, indicando uma gestão mais sustentável

Leonardo Lima/Agif

Atlético-MG, Red Bull Bragantino, Internacional, Botafogo, Cruzeiro, Bahia, Vasco, Fortaleza e América-MG gastaram mais do que geraram, com alguns como Botafogo e Atlético-MG não gerando nenhuma sobra

Fabio Moreira Pinto

Em 2023, os clubes investiram R$ 270 milhões nas categorias de base e R$ 332 milhões em infraestrutura, um aumento em relação a 2022

Reprodução/Ronaldo Barreto

O aumento nos investimentos foi impulsionado pelas SAFs, pelo aumento das receitas dos clubes e pelo dinheiro extra da venda dos direitos de TV do Brasileiro dentro da Liga Forte União

CRIS BOURONCLE / AFP
Publicado em 13 de junho de 2024.