Carpini já jogou com Rato e fez corintiano virar lateral; veja curiosidades

Por UOL

Novo técnico do São Paulo, Thiago Carpini reúne algumas curiosidades que vão desde os tempos de jogador, em que atuou por mais de dez clubes, aos anos mais recentes como treinador.

RUBENS CHIRI/São Paulo FC

Ele lançou alguns atletas que deslancharam no cenário nacional.

Reprodução/Twitter

Carpini rodou por mais de dez times, entre eles o Atlético-MG em 2008 e o Bahia em 2010.

Gabriel Tadiotto/ECJuventude

Na primeira ocasião, atuava ao lado do ex-meia sérvio, e, dois anos depois, fez parceria com o interminável lateral-direito.

JEFFERSON AGUIAR/PERA PHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Ele também jogou com Wellington Rato. O fato ocorreu em 2017, quando o então volante defendia a Caldense e, aos 32 anos, já preparava a aposentadoria.

Ettore Chiereguini/Ettore Chiereguini/AGIF

O atual meia do São Paulo era um dos destaques da equipe mineira no estadual.

Miguel Schincariol/Getty Images

O novo técnico do São Paulo pendurou as chuteiras justamente no ano em que atuou com o seu agora comandado.

Rafael Vieira/AGIF

Ao "Lente Esportiva ABC", ainda em 2021, ele explicou que acelerou sua despedida dos gramados pelo fato de sofrer com uma série de lesões.

VINICIUS NUNES/ESTADÃO CONTEÚDO

Carpini iniciou sua trajetória como treinador em 2019, após uma breve passagem como auxiliar.

RUBENS CHIRI/São Paulo FC

Ele comandou o Guarani e lançou Matheus Bidu, atual lateral-esquerdo do Corinthians.

Marcello Zambrana/AGIF

A curiosidade é que o jogador subiu da base do time de Campinas como meia, e foi o treinador o responsável pela mudança de posição do atleta.

Luiz Erbes/AGIF

Lucas Crispim, que deixou o Fortaleza nesta semana, foi outro a ser lançado pelo comandante.

Pedro Chaves/AGIF

Mesmo fã de um futebol "corajoso" e driblador, o são-paulino se destacou por números defensivos no ano passado.

Gabriel Tadiotto/ECJuventude

Foram 48 jogos comandados entre Água Santa e Juventude e apenas 39 gols sofridos.

Reprodução/Instagram

Do total de partidas, as equipes de Carpini não foram vazadas em 25 oportunidades.

ABNER DOURADO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO
Publicado em 15 de janeiro de 2024.