UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2012/01/30/visita-de-ministro-palmeirense-ao-itaquerao-acaba-em-provocacoes-a-andres-e-kassab.htm
  • Visita de ministro palmeirense ao Itaquerão acaba em provocações a Andrés e Kassab
  • 22/05/2024
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Andres Sanchez, Aldo Rebelo e Gilberto Kassab visitaram as obras do Itaquerão

Andres Sanchez, Aldo Rebelo e Gilberto Kassab visitaram as obras do Itaquerão

30/01/2012 - 16h16

Visita de ministro palmeirense ao Itaquerão acaba em provocações a Andrés e Kassab

Vinicius Konchinski
Do UOL, em São Paulo

Discursos de união entre governo e Corinthians, mas também piadas entre políticos marcaram a visita do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, ao Itaquerão nesta segunda-feira. Acompanhado do prefeito Gilberto Kassab e do ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez, o palmeirense Rebelo destacou os incentivos governamentais à obra e também cutucou seus rivais.

“Eu espero que a gente se encontre [Palmeiras e Corinthians] em um jogo da Libertadores”, disse Aldo para Andrés e outros dirigentes corintianos. “O Itaquerão vai ser um palco digno de receber um dos maiores clássicos do futebol mundial.”

Kassab, que é são-paulino, também provocou Andrés mostrando um painel no canteiro de obras do Itaquerão que indicava “SP 4”. “O placar já está a favor do São Paulo”, disse, em tom de brincadeira.

Anfitrião da visita, Andrés bem que esboçou uma reação às provocações, mas preferiu ficar não responder às chacotas. “É melhor eu ficar quieto que a imprensa está aqui”, justificou.

Durante a visita, Aldo ainda lembrou o esforço do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a construção do estádio do Corinthians. Segundo Aldo, o início da obra e a inclusão do estádio na Copa do Mundo deveu-se muito a Lula. “Ele empenhou-se como brasileiro, como presidente e muito como corintiano.”

O ministro disse também que, apesar da influência do ex-presidente, o apoio governamental ao Itaquerão vem devido a transformação que o estádio pode trazer para a região leste de São Paulo. Aldo afirmou que todo incentivo fiscal concedido pelo governo federal à obra é um “investimento” na capital paulista.

Até agora, os cofres públicos já desembolsaram R$ 581 milhões para ajudar na construção do Itaquerão. O estádio, que é propriedade do Corinthians, está orçado em R$ 890 milhões. De todo esse montante, R$ 420 milhões vêm da Prefeitura de São Paulo. Esse valor foi dado em créditos tributários para a obra.

Kassab disse que esse incentivo também é um “investimento” do município. Segundo o prefeito, a construção do Itaquerão será o início de uma série de investimentos na Zona Leste, que tem mais de 3 milhões de habitantes. “Essa população precisava de uma obra como essa”, disse o prefeito.

Placar UOL no iPhone