UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2012/01/19/fifa-usa-ingresso-para-cobrar-agilidade-do-governo-com-a-lei-geral-da-copa-2014.htm
  • Fifa usa ingresso para cobrar agilidade do governo com a Lei Geral da Copa-2014
  • 22/05/2024
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
19/01/2012 - 15h16

Fifa usa ingresso para cobrar agilidade do governo com a Lei Geral da Copa-2014

Mariana Canedo
Do UOL, no Rio de Janeiro

A Fifa está inquieta com a agilidade do governo brasileiro na discussão da Lei Geral da Copa e faz questão e deixar isso claro. Nesta quinta-feira, em entrevista coletiva no Rio de Janeiro, o secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, aproveitou para passar o recado em diferentes perguntas. A Fifa pressiona para o Brasil aprovar todas as exigências por ela feitas, enquanto o governo defende algumas mudanças.

Perguntado se esperava ver a lei votada até março, data da próxima visita da Fifa ao país, Valcke foi curto e grosso. “Isso deve ser perguntado para o ministro [dos esportes, Aldo] Rebelo”.

Valcke é pressionado por ausência de Ricardo Teixeira e valoriza Ronaldo

Ricardo Teixeira não foi à coletiva após a reunião da Fifa no Rio de Janeiro, mas mesmo assim virou tema do encontro. Uma pergunta no fim da entrevista sobre a ausência do presidente da CBF e do Comitê Organizador Local (COL) fez o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, ficar com cara de poucos amigos.

Um jornalista estrangeiro questionou a ausência de Teixeira e indagou Valcke se ele considerava o dirigente brasileiro uma pessoa apta a seguir em tais funções depois das acusações de corrupção.

O secretário se esquivou. "Só vou responder a primeira parte da sua pergunta. O Ronaldo está aqui representando o COL porque o Ricardo Teixeira tinha outros compromissos. E não vou comentar situações que estão em andamento." Leia a matéria completa

O secretário-geral também voltou ao tema quando questionado sobre o cronograma de visitas da Fifa. Respondeu que a entidade virá ao país a cada dois meses até completar a visita às 12 sedes e, na sequência, reforçou a mensagem envolvendo a Lei Geral da Copa.

São Paulo recebe sorteio da Copa das Confederações em dezembro deste ano

O Comitê Organizador Local (COL) confirmou nesta quinta-feira que São Paulo será a sede do sorteio para a Copa das Confederações, que acontecerá em 2013. Ainda de acordo com a entidade, o evento será em dezembro deste ano, mas ainda sem local definido.

“Estamos tratando algumas questões. O tema dos ingressos, por exemplo, deve ser resolvido antes do próximo encontro, em março”, afirmou Valcke.

As definições sobre os ingressos dependem, principalmente, de um dos pontos mais polêmicos da Lei Geral da Copa: a gratuidade de ingressos e os benefícios de meia-entrada para estudantes e idosos.

Desde o fim do ano passado no Comitê Organizador da Copa, Ronaldo admitiu que valores e questões sobre ingressos dependem da aprovação da lei na Câmara dos Deputados. “Quase tudo [sobre ingressos] depende da Lei Geral da Copa, portanto temos que aguardar a assinatura da lei para dar andamento e continuidade a todos os segmentos.”

Segundo Aldo Rebelo, o governo brasileiro faz questão de facilitar a presença nos estádios da faixa mais pobre da população e também dos índios. Por isso, segundo ele, o benefício da meia-entrada não seria suficiente.

“O secretário recebeu com muita sensibilidade e muita disposição essa nossa preocupação”, disse o ministro. “Não tem por que a lei não ser aprovada até março.”

Obras para a Copa de 2014
Obras para a Copa de 2014

Placar UOL no iPhone