UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/12/03/com-mundial-elitista-copa-das-confederacoes-e-maquiada-para-populacao-pobre.htm
  • Com Mundial elitista, Copa das Confederações é maquiada para ser opção a brasileiros
  • 31/10/2020
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Presença de seleção como a Espanha são os argumentos para valorizar o torneio

Presença de seleção como a Espanha são os argumentos para valorizar o torneio

03/12/2011 - 06h00

Com Mundial elitista, Copa das Confederações é maquiada para ser opção a brasileiros

Do UOL Esporte
Em São Paulo

A Copa das Confederações sempre foi encarada pela Fifa como uma competição teste para a Copa do Mundo, que acontece um ano depois. O Comitê Organizador Local (COL) do Mundial de 2014, no entanto, tenta apagar esse estigma para transformar a sua versão do torneio em um consolo atrativo aos torcedores do país, que dificilmente terão oportunidades de acompanhar nos estádios os jogos da Copa.

A mudança de postura do COL começa na forma como o torneio é apresentado. Durante a Soccerex, no início desta semana, Ricardo Trade, diretor executivo de competições e operações, tentou passar a ideia de que a Copa das Confederações será algo grandioso, rebatizando informalmente o torneio de “Festival dos Campeões”.

“Olha que nome legal. Esse é um torneio em que já estão garantidos Brasil, Espanha, Uruguai, México e Japão. Imagina ainda se uma seleção como a Alemanha ganha a Eurocopa. Então não será apenas um teste, mas um torneio com as principais seleções do mundo”, discursou o executivo do COL, que justificou esse entusiasmo com a competição.

“Essa será a melhor oportunidade para os fãs locais comprarem ingressos para assistirem a grandes jogos”, admitiu Trade.

Mesmo com a Copa do Mundo acontecendo no Brasil, o torneio dificilmente contará com apoio maciço dos torcedores locais nos estádios. O grande empecilho para isso será o valor dos ingressos, que apesar de ainda não terem sido definidos oficialmente, devem custar a partir de R$ 80.

Por outro lado, a expectativa é que o ingresso da Copa das Confederações seja mais barato do que o do Mundial. Além disso, o torneio também não deve atrair o mesmo número de turistas, fato que permitirá aos brasileiros terem acesso aos ingressos para as partidas.

Ciente de que a Copa do Mundo é um evento pouco acessível para a população média brasileira, a Fifa irá repetir a estratégia de separar cotas de ingressos para a comercialização popular. A porcentagem de entradas não foi definida, mas a expectativa é que esses tíquetes sejam apenas para jogos da primeira fase e, ainda assim, sem grande apelo.

Relator da Lei Geral da Copa, o deputado Vicente Cândido (PT-SP) propôs nesta semana que 10% dos cerca de 3 milhões de ingressos que serão comercializados sejam populares, com valores em torno de US$ 25 (cerca de R$ 50). Metade dessas entradas iria para idosos e estudantes, enquanto o restante seria dividido entre pessoas de baixa renda, índios e deficientes.

A Copa das Confederações acontecerá entre os dias 15 e 30 de junho, com a abertura em Brasília e a final no Rio de Janeiro. Belo Horizonte e Fortaleza também receberão partidas e, se até junho de 2012 os trabalhos estiverem dentro do esperado pelo COL, Recife e Salvador também serão incluídas no torneio.

Placar UOL no iPhone