UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/12/02/col-muda-postura-e-promete-mimar-jornalistas-ate-com-massagens-durante-a-copa-14.htm
  • COL muda postura e agora promete 'mimar' jornalistas até com massagens durante a Copa
  • 22/01/2020
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Além de Ronaldo como porta-voz, COL prepara tratamento adequado à imprensa

Além de Ronaldo como porta-voz, COL prepara tratamento adequado à imprensa

02/12/2011 - 06h00

COL muda postura e agora promete 'mimar' jornalistas até com massagens durante a Copa

Thales Calipo
Em São Paulo

Ricardo Teixeira extravasou toda sua revolta com alguns segmentos mais críticos da imprensa durante uma entrevista no primeiro semestre, chegando inclusive a tecer ameaças contra alguns órgãos. Pouco mais de seis meses depois, no entanto, a política mudou, pelo menos no discurso. Ao invés da raiva, o Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014 agora fala em dispensar o melhor tratamento possível aos jornalistas, com direito a supostas surpresas positivas e alguns mimos.

O responsável pelo anúncio foi Ricardo Trade, diretor executivo de competições e operações do COL. Ciente da importância dos profissionais de mídia para o sucesso do evento, o representante da entidade deu a tônica de como deve ser o relacionamento com os jornalistas durante o Mundial.

“Nós temos de tratar bem os jornalistas, pois eles estarão trabalhando e vão falar do nosso país. Por isso, temos de dar comidinha na boca, oferecer uma boa internet, ter um ar condicionado funcionando... Nós vamos inventar algumas coisas também, como oferecer massagens a eles”, discursou Trade.

Outra preocupação é a possível disparidade no tratamento oferecido entre as 12 cidades-sede. O temor é que a estrutura e o serviço encontrado em determinado local seja muito diferente de outro, fato que também prejudicará a imagem do COL.

“Um dos nossos objetivos será o de buscar um padrão para o atendimento da mídia entre todas as cidades. O fotógrafo, por exemplo, precisa ter um local para sentar ao lado do campo em todos os estádios, um lugar que precisa ser respeitado. Ele precisa ter água para beber durante o trabalho. Então estamos pensando em todos esses detalhes”, completou o diretor executivo do COL.

Essa nova postura acompanha também o anúncio de Ronaldo como membro do comitê. Com a ineficiência de Teixeira em atender aos jornalistas, o ex-jogador deve ser o responsável por falar pela entidade em público, posição que sempre causou desconforto ao mandatário do COL.

O Comitê Organizador divide os profissionais de imprensa em quatro tipos: jornalistas de transmissão (TV), imprensa escrita (jornais e internet), comentaristas de rádios e fotógrafos.

Para eles, o COL terá de criar diversas estruturas específicas. Além do Centro de Transmissão (IBC), que será montado no Rio de Janeiro, as sedes deverão ter centros de mídias e tribunas de mídia, que ficam nos estádios, estúdios e plataformas para TVs e rádios, além de possibilitar as entrevistas no gramado e nas zonas mistas.

Placar UOL no iPhone