UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/11/11/argentina-empata-com-a-bolivia-em-dia-em-que-ate-messi-desafinou.htm
  • Argentina empata com a Bolívia em dia em que até Messi teve lance bizarro
  • 22/05/2024
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Messi lamenta jogada desperdiçada durante o jogo contra a seleção da Bolívia

Messi lamenta jogada desperdiçada durante o jogo contra a seleção da Bolívia

11/11/2011 - 19h59

Argentina empata com a Bolívia em dia em que até Messi teve lance bizarro

Do UOL Esporte
Em São Paulo

A Bolívia é realmente um problema para a Argentina. Nesta sexta-feira, os argentinos liderados por Lionel Messi conseguiram apenas um empate em 1 a 1 contra os bolivianos, após saírem perdendo com um gol do ex-cruzeirense Marcelo Moreno. Essa é a terceira partida seguida que a Argentina não consegue superar a Bolivia, freguês no passado. No segundo tempo do jogo, um lance incomum chamou atenção. Messi recebeu sozinho, mas mandou a bola muito longe do gol boliviano, causando espanto nos torcedores que mais uma vez não compareceram em bom público no Estádio Monumental.

SUÁREZ DÁ SHOW EM VITÓRIA DO URUGUAI

Em noite inspirada, Suárez marca quatro vezes e garante vitória do Uruguai sobre o Chile Leia mais

Com o resultado, a Argentina chega aos quatro pontos nas Eliminatórias e empata, provisoriamente, com o Uruguai na liderança da competição. Na rodada anterior, os argentinos já haviam tido um resultado negativo quando perderam para a Venezuela. Já a Bolívia conquista seu primeiro ponto.

A Argentina chegou a balançar a rede duas vezes no primeiro tempo e as duas foram invalidadas pelo árbitro colombiano Carlos Vera. A primeira foi uma trapalhada do juiz. Messi arrancou, ao seu melhor estilo, e foi parado com falta. Na sequência do lance, Higuain recebeu e bateu cruzado sem chances para o goleiro Carlos Arias. Entretanto, o árbitro já havia assinalado falta no melhor jogador do mundo.

O segundo ‘gol’ argentino também foi de Higuain. Pastore, que substitui Aguero contundido, cruzou na área, a bola passou por Gago e chegou até o atacante do Real Madrid que novamente mandou para as redes, ao mesmo tempo em que o juiz marcava falta de Gago no defensor boliviano.

Com a Bolívia muito recuada e com Messi apagado, a Argentina continuou forçando as jogadas pelo meio sem sucesso.  Pastore ainda mandou uma bola na trave. Na volta do intervalo, uma cena inusitada. Funcionários do Estádio Monumental deram um verdadeiro banho no trio de arbitragem, ao molhar o campo com mangueirões. O público, que já pegava no pé dos juízes, foi ao delírio.

O ataque contra defesa continuou no segundo tempo. Mas se a Argentina tem um dos ataques poderosos do Mundo, também é sabido que seus zagueiros não unanimidades. Aos 10 minutos, um choque para os argentinos. Demichelis bobeou, perdeu a bola para Marcelo Moreno, que invadiu a área, driblou Burdisso e mandou uma bomba, fuzilando Romero. O ex-jogador do Cruzeiro e comemorou a lá Imperador Adriano, nos tempos de Flamengo.

Imediatamente, o treinador argentino Alejandro Sabella mandou a campo o atacante Ezequiel Lavezzi, no lugar de Ricky Alvarez.  A substituição deu tão certo que em seu primeiro lance na partida, Lavezzi empatou. Ele recebeu de Gago e chutou colocado no canto esquerdo do goleiro Carlos Arias.

A noite não era mesmo da Argentina, nem de Messi. Quando o melhor do mundo conseguiu se livrar da marcação, todos esperaravam o gol. Mas Messi desafinou e mandou a bola muito longe do gol. No lande seguinte, no entanto, o melhor do mundo se redimiu com uma linda jogada individual que terminou com uma finalização para fora.

Com a Argentina toda no ataque e esbarrando na 'blitz' formada pelos defensores bolivianos, o jogo ganhou emoção no final. A Bolívia apostava nos contra-ataques e esperava outra falha da zaga argentina, enquantos os donos da casa, ansiosos, perdiam várias oportunidades de virar o placar, que não foi alterado.

Placar UOL no iPhone