UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/10/07/uruguai-abre-eliminatorias-para-confirmar-condicao-de-melhor-da-america-do-sul.htm
  • Uruguai abre eliminatórias para confirmar condição de melhor da América do Sul
  • 04/07/2020
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Uruguai vem embalado pelo título da Copa América e o 4º lugar na Copa do Mundo-2010

Uruguai vem embalado pelo título da Copa América e o 4º lugar na Copa do Mundo-2010

07/10/2011 - 07h52

Uruguai abre eliminatórias para confirmar condição de melhor da América do Sul

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Quando se fala hoje na melhor seleção da América do Sul, não se pensa em Brasil ou Argentina. O Uruguai se destacou nas últimas competições oficiais das quais participou e, a partir desta sexta-feira, terá mais uma oportunidade para comprovar sua excelente fase. A Celeste Olímpica abre as eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo-2014 e já tem boas chances de começar bem sua caminhada.

No estádio Centenário, o Uruguai recebe a Bolívia, uma das seleções mais fracas do torneio. A Celeste Olímpica ocupa o quarto lugar no ranking da Fifa, atrás apenas de Espanha, Holanda e Alemanha. Já os bolivianos aparecem em 81º, a pior colocação de uma seleção sul-americana nesta lista.

As eliminatórias sul-americanas para a Copa-2014 mantêm o formato das disputas anteriores: todas as seleções se enfrentam em turno e returno, por pontos corridos. Desta vez, porém, o torneio tem nove participantes – país-sede do Mundial, o Brasil não participa da competição.

Ao fim da disputa, os quatro primeiros colocados se classificam de forma direta para o Mundial. A quinta colocada ainda terá uma chance de disputar a Copa-2014. Para isso, precisará superar uma seleção asiática na repescagem.

A Colômbia folga nesta primeira rodada.

Confira as partidas da primeira rodada das eliminatórias sul-americanas da Copa-2014 (horários de Brasília), todas com acompanhamento do Placar UOL Esporte:

16h, URUGUAI X BOLÍVIA

Os uruguaios mantiveram a base da equipe campeã da última Copa América e que ficou em quarto lugar na Copa do Mundo-2010. O treinador Oscar Tabárez confia na força ofensiva da equipe, com Diego Forlán, Edinson Cavani e Luis Suárez. O equilíbrio da defesa também desponta como um de seus pontos fortes. A Bolívia tenta superar o estigma de jogar bem apenas em casa, com a “ajuda” da altitude. A equipe conta com três jogadores conhecidos dos brasileiros: Pablo Escobar, Marcelo Moreno e Edivaldo Rojas.

18h05, EQUADOR X VENEZUELA

Em Quito, o Equador inicia sua caminhada rumo à terceira participação em Copas do Mundo. A seleção repete a fórmula usada para participar dos Mundiais de 2002 e 2006, quando foi comandada por técnicos colombianos. O nome da vez é Reinaldo Rueda, que está pressionado pelos resultados ruins em amistosos e na Copa América. A Venezuela, por sua vez, busca a classificação inédita para a Copa. A seleção vem motivada pelo surpreendente quarto lugar obtido na última Copa América e demonstra confiança em seu elenco jovem.

20h10, ARGENTINA X CHILE (Sportv)

O técnico Alejandro Sabella tenta acalmar os ânimos na seleção argentina. O fracasso em casa na Copa América, ao cair nas quartas de final do torneio, provocou a queda de Sergio Batista e o novo treinador já sente a pressão por um desempenho convincente. Seu desafio será fazer um time composto por estrelas, principalmente no setor ofensivo, jogar bem e superar as críticas. No Chile, o técnico Claudio Borghi ainda tenta exorcizar o “fantasma” de Marcelo Bielsa, seu antecessor. Além das críticas, ele ainda lida com desfalques, como do atacante Alexis Sánchez.

22h15, PERU X PARAGUAI

As duas seleções vêm embaladas pelo bom desempenho na Copa América. Peru e Paraguai ficaram em terceiro e segundo, respectivamente, no torneio continental. Para os donos da casa, a expectativa é ainda maior, já que a equipe disputou a Copa do Mundo pela última vez em 1982. Em Lima, os peruanos terão casa cheia: o estádio Nacional deve receber cerca de 39 mil torcedores. O Paraguai encara as eliminatórias com o ex-jogador Arce como seu treinador. Ele substituiu Gerardo Martino e tenta tornar a equipe um pouco mais ofensiva.

 

Placar UOL no iPhone