UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/08/30/sai-financiamento-do-bndes-para-reforma-do-mineirao.htm
  • BNDES aprova financiamento de R$ 400 milhões para reforma do Mineirão
  • 21/05/2024
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Previsão é que reforma no Mineirão esteja concluída em dezembro de 2012

Previsão é que reforma no Mineirão esteja concluída em dezembro de 2012

30/08/2011 - 14h12

BNDES aprova financiamento de R$ 400 milhões para reforma do Mineirão

Do UOL Esporte
Em São Paulo

A linha de crédito de R$ 400 milhões reservada pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Social e Econômico) para a reforma do estádio do Mineirão foi liberada na manhã desta terça-feira.  Após reunião da diretoria, o banco aprovou a linha, que será liberada diretamente à empresa Minas Arena, responsável pela obra do Mineirão e, posteriormente à reinauguração, pela administração do estádio por 25 anos.

Nos próximos 30 dias, será negociado entre o BNDES e a Minas Arena o contrato, no qual ficará definido o valor de cada parcela a ser repassada à empresa. "O financiamento prova que o projeto do Mineirão,  o modelo de  PPP (parceria público-privada) e o consórcio que realiza a obra são consistentes. Por  isso, temos tranquilidade de que o Mineirão será reinaugurado em dezembro de 2012”, aposta Sergio Barroso, secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo. 

Mineirão – Obra em três etapas

A modernização do Mineirão foi planejada em três etapas. Na primeira, de 25 de janeiro a junho de 2010, foram feitos reparos estruturais das vigas de sustentação do estádio. O custo foi de R$ 8,2 milhões, investidos pelo governo de Minas. Na segunda etapa, de 26 de junho a 20 de dezembro, foi realizada a demolição de parte da arquibancada inferior e da geral, além de rebaixamento do gramado em 3,4 metros, com recursos também do governo de Minas, no valor de R$ 3,5 milhões.

Já a terceira e última etapa teve início em 22 de dezembro de 2010 e será finalizada até 20 de dezembro de 2012. Nessa fase, o Mineirão vem sendo adequado ao padrão de qualidade estabelecido pela Fifa. Para viabilizar a etapa, orçada em R$ 654 milhões, o governo de Minas Gerais optou pelo modelo da gestão compartilhada.  A empresa Minas Arena conduz a obra e terá direito de operar o estádio por 25 anos.

No momento, 1060 operários trabalham na reforma do Mineirão, sendo 102 mulheres. De acordo com o governo estadual, 100% dos novos amortecedores e 30% dos blocos de apoio da nova arquibancada estão instalados, enquanto os serviços de terraplenagem e fundação estão em fase final.

Obras para a Copa de 2014
Obras para a Copa de 2014

Placar UOL no iPhone