UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/07/28/drenagem-do-gramado-causa-divergencia-entre-engenheiros-do-maracana-e-fifa.htm
  • Drenagem vira problema no Maracanã após Fifa pedir sistema R$ 1,5 milhão mais caro
  • 22/05/2024
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Área do campo do estádio do Maracanã durante as obras para a Copa de 2014

Área do campo do estádio do Maracanã durante as obras para a Copa de 2014

28/07/2011 - 07h01

Drenagem vira problema no Maracanã após Fifa pedir sistema R$ 1,5 milhão mais caro

Bruno Freitas, Ricardo Perrone e Thales Calipo
No Rio de Janeiro

O sistema de drenagem do novo Maracanã gera divergência entre a Fifa e os responsáveis pela reforma do estádio. E, por trás dessa queda de braço, está um possivel aumento de aproximadamente R$ 1,5 milhão no orçamento da obra.

O pivô desta nova disputa é um sistema de drenagem a vácuo que a Fifa exigiu para o Maracanã. Essa tecnologia é rara no país e, atualmente, é encontrada em pouquíssimos estádios por aqui, como a Vila Belmiro, em Santos. Tradicionalmente, a água é escoada por meio de uma leve inclinação e com o uso de canaletas, forma muito mais barata de lidar com o problema.

A Emop (Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio) tenta convencer a Fifa de que o sistema a vácuo não é o mais indicado para as características da grama a ser usada, além de também encarecer mais ainda a obra. O orçamento já estourou  em aproximadamente R$ 300 milhões e está perto de R$ 1 bilhão. A conta cresceu à medida em que a Fifa foi incrementando o projeto básico.

Além de tentar evitar um novo aumento nas despesas, a Emop luta contra o relógio para entregar o estádio em dezembro de 2012,. “Estou totalmente estressado. Todos nós aqui estamos. Temos no papel um prazo que é impossível de ser cumprido. Mas vamos cumprir”, desabafou um dos envolvidos nesta operação.

Com isso, o consórcio responsável pelas obras já faz planos para aumentar o número de funcionários envolvidos na reforma do Maracanã, subindo de 1,6 mil pessoas para 4,5 mil. “Isso não irá provocar um novo estouro no orçamento porque já estava nos planos", completou.

Obras para a Copa de 2014
Obras para a Copa de 2014

Placar UOL no iPhone