UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/07/20/almoco-dos-200-dias-de-obras-no-mineirao-tem-arraia-e-lobby-por-abertura.htm
  • Almoço dos 200 dias de obras no Mineirão tem "arraiá" e lobby por abertura
  • 05/12/2020
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Operários durante almoço promovido no Mineirão, que passa por reforma para a Copa

Operários durante almoço promovido no Mineirão, que passa por reforma para a Copa

20/07/2011 - 16h29

Almoço dos 200 dias de obras no Mineirão tem "arraiá" e lobby por abertura

Guyanne Araújo
Em Belo Horizonte

Em clima de “Arraia”, foi realizado, nesta quarta-feira, almoço em alusão aos 200 dias de obras no Mineirão, que passa por reformas para a Copa do Mundo de 2014. O evento, que reuniu estádio os 750 operários e convidados, serviu para autoridades reforçar o cumprimento do cronograma e aumentar o lobby para a capital mineira receber a abertura da competição.

BH ESTÁ NA BRIGA PARA SEDIAR ABERTURA

  • Guyanne Araújo/UOL Esporte

    Vice-governador de Minas, Alberto Pinto Coelho, reafirma que cronograma das obras está no prazo

O vice-governador de Minas, Alberto Pinto Coelho, que é o presidente do Comitê Gestor das Copas, confirmou que o Mineirão será reinaugurado em dezembro de 2012. “Felizmente, estamos comemorando 200 dias, a obra seguindo seu cronograma e a nossa expectativa é de cumprimento de realização dessa obra tão importante até o final de 2012”, observou.

O almoço intitulado “Arraiá dos 200 dias” foi promovido pela parceria entre o Governo de Minas e a Minas Arena, que é o consórcio responsável pela modernização do Mineirão. Alberto Pinto Coelho destacou que continua otimista com relação à abertura da Copa de 2014 ser feita em Minas.

“Eu não vi oficialização pelo Comitê Executivo da Copa (com relação ao estádio do Corinthians, o Itaquerão). Vi pela imprensa. Naturalmente é um pleito legitimo como é o nosso. Acho que lá por enquanto tem uma expectativa que vai se cumprir. Aqui tem obra em curso demonstrando que vamos cumprir. Tem uma diferença. Acho que até outubro ganha-se tempo para tirar essas duvidas e a Fifa soberanamente poder decidir”, afirmou.

O vice-governador acredita que Minas está à frente para sediar a abertura da Copa de 2014, ressaltando a capacidade de realizar o evento, e destacou que representantes do poder público também tem feito uma avaliação positiva para as obras da reforma do Mineirão. 

“Não só acredito, como que todos que visitam Minas, da comissão da Câmara (dos Deputados) que aqui esteve, do mundo esportivo, sociedade brasileira com dose de preocupação de o Brasil não decepcionar. Sem nenhum ufanismo, o que quero deixar claro é o que depender do Governo de Minas, Minas Gerais cumprirá seu dever de casa”, avaliou.

“O Estado como um todo, não se limita a ter a obrigação na construção dessa grande obra, mas em sintonia fina com  a prefeitura para as questões da mobilidade urbana. Temos políticas publicas, na área de segurança, do turismo, da saúde. O Estado está se preparando com suas equipes para bem acolher os turistas que aqui virão para este grande evento ”, explicou o vice-governador.

Também presente ao almoço, o Secretário Extraordinário da Copa do Mundo, Sérgio Barroso, destacou o andamento das obras do Mineirão. “O Mineirão está indo muito bem, as obras foram recuperadas daqueles dias de paralisação e está tudo conforme o cronograma de obra. Terminamos toda  aparte de estruturação e do lado de fora em termos de terraplanagem já está no final. Já começamos a fabricar todos os pré-moldados que vai ser colocado no Mineirão, para ficar mais fácil a logística”, ressaltou o secretário.

O Almoço

Com direito a frango caipira, milho e guisado – angu, abobrinha e quiabo –, além de arroz, feijão e salada, os operários ainda tiveram canjica como sobremesa e uma brincadeira na pescaria ao som de música com um trio de Forró Balance. Os trabalhadores usaram, durante o almoço, chapéu de palha.

Sanderson Araújo da Silva, um dos operários, aprovou a iniciativa. “Estava ótimo. É muito bom esse incentivo para a gente e a relação de uns com os outros. Põe a gente como um dos tijolos da obra, é importante”, observou.

Placar UOL no iPhone