UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/07/14/governador-do-df-confia-em-analise-tecnica-para-tirar-itaquerao-da-abertura.htm
  • Governador do DF confia em análise técnica para tirar Itaquerão da abertura
  • 05/12/2020
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
14/07/2011 - 12h53

Governador do DF confia em análise técnica para tirar Itaquerão da abertura

Maurício Savarese
Em Brasília (DF)
  • Estádio Mané Garrincha terá condições técnicas para receber partidas já em dezembro de 2012

    Estádio Mané Garrincha terá condições técnicas para receber partidas já em dezembro de 2012

Após a ascenção de São Paulo na bolsa da apostas para receber a abertura da Copa do Mundo de 2014, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, afirmou nesta quinta-feira que o estádio Mané Garrincha é o que terá as melhores condições técnicas do país para receber qualquer partida já em dezembro do ano que vem. Ele evitou críticas diretas ao projeto paulista, que está na fase de terraplanagem e cujas garantias financeiras foram aceitas pela Fifa apenas nesta semana.

"Estaremos prontos para fazer o evento teste um ano antes da Copa e um ano depois podemos fazer o evento final", disse Agnelo após reunião com a presidente Dilma Rousseff e governadores do Centro Oeste para tratar de reforma tributária. "A análise vai ser técnica, vsando a segurança dos jogos. Não é interesse de um Estado ou de outro", afirmou. A futura arena multiuso de Brasília é aquela que tem a construção mais adiantada e poderia receber até 70 mil pessoas.

"Temos 120 mil metros quadrados nos arredores do estádio para receber estruturas de transmissão e de patrocinadores. É o único no país que oferece essas condições. O nosso estacionamento tem o dobro do que a Fifa exige", disse o governador.

Ele afirmou que a cidade segue na disputa para abrir a Copa do Mundo de 2014 porque a entidade que controla o futebol mundial ainda não oficializou a escolha da sede da partida inaugural.

"A Fifa tem uma grande responsabilidade. A escolha nunca vai ser só política", disse. "Nós atendemos todas as exigências para fazer abertura ou qualquer outra partida. Um terço do nosso estádio já está erguido e nosso prazo de entrega é dezembro de 2012. O que Brasília está fazendo é a sua obrigação", afirmou Agnelo.

Depois do Mundial, a arena deve ser utilizada para shows e eventos em geral. Os clubes de futebol da cidade não têm público suficiente para manter a atividade do estádio.

Placar UOL no iPhone