UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/07/06/corinthians-nega-demissao-de-arquiteto-responsavel-pelo-itaquerao.htm
  • Corinthians nega demissão de arquiteto responsável pelo Itaquerão
  • 21/05/2024
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Clube divulgou recentemente imagens de como o Itaquerão será por dentro

Clube divulgou recentemente imagens de como o Itaquerão será por dentro

06/07/2011 - 16h00

Corinthians nega demissão de arquiteto responsável pelo Itaquerão

Fernando Faro
Em São Paulo

A notícia de que o arquiteto responsável pelo projeto do Itaquerão seria demitido pelo Corinthians para diminuir os custos totais da obra foi recebido com irritação pelas duas partes, que negaram veementemente qualquer plano de desfazer a parceria. A informação foi veiculada no jornal Folha de São Paulo.

O UOL Esporte ouviu o diretor de marketing do alvinegro, Luís Paulo Rosemberg, que rebateu a informação e classificou como “absurda” a ideia de afastar o arquiteto.

“É evidente que procuramos sempre cortar os custos da obra, mas daí a demitir o Coutinho seria demais, até porque ele só faz o que o Corinthians pede. Seria entregar as galinhas à raposa, uma grande sacanagem”, afirmou Rosenberg.

BATALHA JUDICIAL PODE PARALISAR OBRAS

O Ministério Público do Estado vai abrir na próxima semana mais um Inquérito Civil Público para investigar a papelada que cerca a construção da nova arena do Corinthians, na zona leste da capital paulista. Agora, o ponto-chave da investigação é a concessão de isenção fiscal à Odebrecht e a quem participar da construção do estádio. O temor é que a obra seja embargada paralise os preparativos para a Copa

Os custos do Itaquerão ainda são motivo de discórdia dentro do clube. Em entrevista coletiva na câmara dos vereadores, o presidente Andrés Sanchez disse que o valor total da obra não passaria de R$ 700 milhões, enquanto outras correntes dentro do clube falam em R$ 750 milhões e a Odebrecht, construtora do Itaquerão, estipula o valor total em R$ 1 bilhão.

“O que estamos vendo é uma série de informações erradas de todas as etapas do projeto até aqui. Quem quiser falar comigo sobre a construção do estádio é só me ligar”, sugeriu Coutinho.

 

CLUBE QUER REPETIR FÓRMULA DE ARRECADAÇÃO DO BARCELONA

O Corinthians já definiu o modelo de negócio que quer adotar para tornar o Itaquerão uma fonte de recursos. A diretoria planeja seguir os passos do Barcelona. O Itaquerão terá uma série de lojas, restaurantes e outras atrações para dar ao torcedor uma experiência que vá além de assistir a um jogo de futebol

O Corinthians tem uma reunião nesta quarta-feira em um hotel em São Paulo. Na pauta estão análises do andamento da obra e ajustes, sem nenhuma menção a rompimento de acordo.

“Nós nos encontramos diversas vezes por mês e nos falamos praticamente todo dia. As obras estão indo muito bem, no ritmo que desejamos. Cronograma não será um problema para o Corinthians”, garantiu Rosenberg.

Placar UOL no iPhone