UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/07/04/apos-visitar-estadio-ministro-diz-que-brasilia-se-credencia-para-receber-abertura-da-copa.htm
  • Após visitar estádio, ministro diz que Brasília se credencia para receber abertura da Copa
  • 23/05/2024
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
04/07/2011 - 13h01

Após visitar estádio, ministro diz que Brasília se credencia para receber abertura da Copa

Do UOL Esporte
Em São Paulo
  • Orlando Silva vinha defendendo a abertura da Copa em SP, mas mudou o tom

    Orlando Silva vinha defendendo a abertura da Copa em SP, mas mudou o tom

O ministro do Esporte, Orlando Silva, declarou na manhã desta segunda-feira que Brasília "se credencia fortemente" a receber o jogo de abertura da Copa do Mundo de 2014. Atualmente, disputam a partida inaugural do evento as cidades de São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e Salvador.

Ao longo das últimas semanas, Orlando Silva vinha dizendo repetidamente que a capital paulista seria a melhor opção para a abertura, devido à sua importância econômica, estrutura hoteleira e oferta de serviços. Nesta segunda, porém, o tom foi outro. "O estádio (de Brasília) ter executado mais de um terço do programado é um resultado extraordinário e aumenta nossa confiança de que esse será um dos estádios que cumprirão o cronograma. Brasília, na medida em que cumpre seu cronograma, se credencia fortemente para poder receber a abertura do Mundial", disse Orlando Silva, em coletiva de imprensa após vistoria ao estádio brasiliense.

A declaração foi feita após um evento de simulação de vistoria antibombas na arena que está sendo construída na capital federal, promovido pelas polícias Federal, Civil e Militar, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil. A ação serviu para avaliar e definir as técnicas mais adequadas para garantir a segurança durante a Copa do Mundo de 2014. Todas as 12 arenas das cidades-sede da competição vão passar por procedimentos semelhantes.

 

A arena paulista, que será construída pelo Corinthians, é uma das mais atrasadas da Copa (atrás apenas do estádio de Natal (RN)). No último dia 1º, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou a criação de incentivos fiscais de R$ 420 milhões para que o Corinthians possa construir seu estádio com todas as exigências que a Fifa impõe para o estádio que irá sediar a abertura da Copa. Os benefícios, porém, só serão liberados se São Paulo efetivamente abrigar a partida inaugural do torneio.

 

De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério do Esporte, as declarações do ministro não significam uma mudança de opinião de Orlando Silva. O ministro continuaria acreditando que São Paulo é a melhor opção para abrir a Copa, devido à estrutura que a cidade oferece. O que seria inegável, porém, afirma a assessoria, é que Brasília está avançada em sua preparação e segue nabriga para receber o primeiro jogo da competição. A decisão final caberá à Fifa, que deverá anunciar seu veredicto em outubro.

 

Placar UOL no iPhone