UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/06/24/col-defende-cronograma-apos-criticas-da-fifa-e-diz-que-infraestrutura-e-questao-do-governo.htm
  • COL defende cronograma após críticas da Fifa e diz que infraestrutura é questão do Governo
  • 22/01/2020
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Valcke novamente fez críticas à organização da Copa de 2014; COL se defende

Valcke novamente fez críticas à organização da Copa de 2014; COL se defende

24/06/2011 - 14h15

COL defende cronograma após críticas da Fifa e diz que infraestrutura é questão do Governo

Carlos Padeiro
Em Los Cardales (Argentina)

Após a Fifa atacar mais uma vez a preparação brasileira para sediar a Copa do Mundo de 2014, as críticas foram minimizadas pelo Comitê Organizador Local (COL), que disse que o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke sabe que as obras estão dentro do cronograma, além de lembrar que a questão estrutural das cidades é uma questão referente ao Governo Federal.

“Na questão dos estádios, o Jérôme Valcke está em constante contato com o COL e sabe que está dentro do cronograma”, afirma o diretor de comunicação do COL e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rodrigo Paiva.

“A preocupação é com São Paulo porque não foi assinado o contrato ainda, mas estamos acompanhando tudo de perto e a informação que temos é que isso será solucionado em breve. Enquanto não assinar, há limites que vão além da engenharia. O projeto de São Paulo tem menos de um ano, está correndo atrás do tempo perdido”, completa o assessor.

Por outro lado, o Comitê Organizador Local se defende das questões de infraestrutura e joga a questão para o Governo Federal.

“Na questão da infraestrutura, dos aeroportos, não é o Comitê Organizador Local que responde por isso, e sim o governo federal”, justifica Paiva.

O presidente da CBF e do COL, Ricardo Teixeira, saiu otimista da reunião com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Pelo menos sete estádios estarão prontos para Copa das Confederações até dezembro de 2012, de acordo com a entidade.

Durante pronunciamento no Fórum Mundial de Futebol em Moscou, nesta sexta-feira, Jérôme Valcke criticou o Brasil dizendo que parece ter dado mais valor a ser escolhido como sede do que em organizar a Copa do Mundo.

“Não temos estádios, não temos aeroportos e parece cada vez mais provável que algumas instalações como o Maracanã só fiquem prontas algumas semanas antes do evento”, reclamou o dirigente.

Placar UOL no iPhone