Bahia quer R$ 269 milhões para vender revelação ao Palmeiras

Por Flavio Latif e Paulo Vinicius Coelho (PVC)

O Bahia não tem intenção de negociar o meia Cauly com o Palmeiras.

Jorge Rodrigues/AGIF

O clube baiano quer 50 milhões de euros (cerca de R$ 269 milhões na cotação atual) para negociar Cauly.

Isabela Azine/Isabela Azine/AGIF

O UOL apurou que esse é o valor da multa rescisória do jogador, e ele não será vendido por menos que isso.

Walmir Cirne/AGIF

"Com o Grupo City por trás, o Bahia é outro patamar." A reportagem ouviu essa frase ao conversar com fontes de Salvador.

GILSON LOBO/AGIF

Hoje, o Bahia é gerido pelo Grupo City, conglomerado que é dono do poderoso Manchester City, e não será fácil tirar jogadores da equipe.

Catherine Ivill/Getty Images

A primeira proposta do Palmeiras foi de R$ 24 milhões, prontamente recusada pelo Bahia.

Ricardo Moreira/Getty Images

Cauly é um pedido de Abel Ferreira. O meia é bem avaliado pela comissão técnica, e a direção alviverde gostaria de tê-lo como reforço.

Thiago Ribeiro/AGIF

Danilo Lavieri, colunista do UOL, informou no início da semana que o meia comunicou seu estafe que deseja vestir verde em 2024.

Fernando Moreno/AGIF

No entanto, ele não quer ser visto como ingrato pelo Bahia -- clube que o contratou após muitos anos de Europa.

Jhony Pinho/AGIF

Emerson Ferretti, presidente do Bahia, afirmou que o meia deve seguir no clube no ano que vem.

DivulgaçãoEmerson Ferretti

?O Rogério Ceni tem contrato até o final de 2024, então, a tendência é permanecer, nada muda em relação a isso. E o Cauly também a tendência é que permaneça?, disse.

Fabio Giannelli/AGIF

E completou: ?Ele foi um destaque do Bahia no Campeonato Brasileiro?.

Isabela Azine/Isabela Azine/AGIF

Quer saber tudo o que rola com o Palmeiras sem precisar se mexer? Conheça e siga o novo canal do UOL dedicado ao time no WhatsApp.

Pedro Vilela/Getty Images
Publicado em 15 de dezembro de 2023.