Elimina toxinas, queima gordura e acalma: os benefícios do maracujá à saúde

Por Fabiana Gonçalves

Existem mais de 150 espécies silvestres no Brasil, sendo algumas tipicamente brasileiras, como o maracujá pérola.

iStock

O maracujá não apenas acalma, mas oferece diversos benefícios para a saúde.

iStock

O maracujá é fonte de vitamina C, fibras, magnésio, fósforo e potássio, com apenas 68 calorias em uma porção de 100g. Veja a seguir os benefícios dessa fruta!

iStock

Propriedades Calmantes: A variedade maracujá pérola possui propriedades calmantes na polpa, graças a flavonoides e alcaloides.

Getty Images

Controle da Glicose: A entrecasca rica em fibras auxilia no controle da glicose, tornando a absorção de carboidratos mais lenta, útil para quem tem diabetes.

iStock

Funcionamento do Intestino: A pectina na entrecasca atua como probiótico, melhorando o funcionamento do intestino e auxiliando na eliminação de toxinas e gorduras.

iStock

Redução do Colesterol: Estudos mostram que a pectina do maracujá pode reduzir o colesterol total, LDL e triglicerídeos.

iStock

Fortalecimento da Imunidade: A vitamina C presente contribui para melhorar a imunidade e promover um envelhecimento celular saudável.

iStock

Saciedade Prolongada: As fibras na casca promovem saciedade e retardam a absorção de açúcar e gordura, auxiliando no emagrecimento.

iStock

Proteção do Coração: A atividade anti-inflamatória indica propriedades funcionais que ajudam na prevenção de doenças cardíacas.

iStock

Versatilidade Culinária: Do caule às sementes, o maracujá é aproveitado em diversas preparações, como sucos, iogurtes, saladas, doces e chás.

Léo Avesani

Consumo da Casca: A casca, rica em pectina, é transformada em farinha e adicionada a sucos, iogurtes ou saladas.

iStock

Contraindicações: As folhas de maracujá contêm compostos cianogênicos e alcaloides, sendo contraindicadas para chás e infusões devido ao risco de intoxicação.

iStock

Para mais informações, acesse VivaBem.

iStock
Publicado em 15 de janeiro de 2024.