Casão: 'Carlos Migué' trai colegas de time e será esquecido no Corinthians

Por UOL Esporte

O Corinthians teve um desempenho ruim, mas conseguiu um empate importante em uma partida no domingo (23), fundamental para a luta contra o rebaixamento.

Robson Mafra/Agif

Após o confronto, o colunista do UOL, Walter Casagrande, comentou sobre a ausência de Carlos Miguel, que está de saída para o futebol inglês

Robson Mafra/Agif

Casão relembrou a saída de Cássio, um dos maiores jogadores da história alvinegra e "o melhor goleiro" do Corinthians, e comparou a saída dos dois goleiros

Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Durante os últimos três anos com times fracos, Cássio assumiu a responsabilidade de evitar o rebaixamento do Corinthians, sendo tanto a salvação quanto o bode expiatório nas derrotas.

Alexandre Schneider/Getty Images

Quando Cássio recusou renovar e decidiu sair para o Cruzeiro, muitos torcedores o chamaram de "traidor" e passaram a valorizar Carlos Miguel.

Fotobairesarg/Agif

Apesar de ter sido rapidamente abraçado pela Fiel, o novo goleiro titular demonstrou que tinha outros planos e logo mostrou sua verdadeira cara

ANDRÉ PERA/PERA PHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

"Não estava nem aí para o Corinthians, sem nenhum carinho e afeto pela camisa do clube", disse Casagrande

Thiago Ribeiro/Agif

Para o colunista, Carlos Miguel apunhalou toda a torcida, o time, a diretoria e o treinador pelas costas

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Casão também chama a atenção para o contrato do goleiro, alegando que o ex-presidente Duilio Monteiro Alves, fez um acordo suspeito ao reduzir a multa contratual de 50 milhões para 4 milhões de euros.

Ettore Chiereguini/Agif

Após o empate com o Athletico, o técnico António Oliveira afirmou que Carlos Miguel não jogará mais pelo Corinthians

Robson Mafra/Agif

Para Casagrande, a fala é mais uma evidência da falta de compromisso do goleiro com a camisa corinthiana

Heber Gomes/AGIF

Carlos Miguel provocou uma confusão para ser suspenso de um jogo importante, e posteriormente, fingiu uma lesão para não jogar

ALAN DEYVID/PERA PHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Casagrande não poupou nas críticas e chamou o goleiro de egoísta e cravou "Carlos Miguel será esquecido em um mês"

Maycon Soldan/Código 19

Para o colunista, a saída de Cássio não apagará os feitos dele na história do Corinthians, ao contrário de Carlos Miguel, que poucos fez pelo clube

Ettore Chiereguini/AGIF
Publicado em 24 de junho de 2024.