PUBLICIDADE

Topo

Sem Frescura: adulto fazendo xixi na cama é sinal de que há algo de errado?

Mais Sem Frescura
1 | 25
Siga o VivaBem no

Gabriela Ingrid

Do VivaBem, em São Paulo

07/09/2020 04h00

Ao pensar em xixi na cama, logo vem à mente crianças, especialmente até os cinco anos de idade, quando o organismo ainda está se desenvolvendo e não há um controle total sobre o sistema urinário. Essa situação, inclusive, até tem um nome especial: enurese noturna.

O problema é que, dependendo de alguns fatores, ela pode acontecer na vida adulta. Apesar de a enurese noturna ser considerada uma espécie de incontinência urinária, é importante diferenciar as duas coisas.

Diversas situações podem causar incontinências urinárias e ela também pode variar de acordo com o sexo da pessoa. Quem tem vagina, por exemplo, pode ter sequelas de partos que dificultam segurar o xixi. Já quem tem pênis pode ter a bexiga pressionada por conta de problemas na próstata.

Mas a perda de urina involuntária também pode ter origem em problemas de ordem neurológica, como derrames, Alzheimer ou lesões, ou até problemas com os músculos, como a perda de força no esfíncter (um músculo que controla não só a abertura e o fechamento do ânus, mas também da uretra).

Já no caso da enurese em adultos, há situações mais específicas que podem causar isso. Pessoas que roncam muito ou têm apneia do sono, que é quando a respiração para por alguns momentos durante o sono, podem acabar urinando sem controle.

Isso porque que em situações de hipóxia, que é quando o cérebro fica sem oxigênio, o corpo perde o controle das funções fisiológicas.

O mesmo vale para pessoas que têm contrações musculares fortes à noite, o que pode fazer a bexiga se contrair e eliminar parte do seu conteúdo.

Mas especialistas consultados relataram também casos de pessoas que acabaram fazendo xixi na cama por estarem sonhando que urinavam.

Como você viu, esse é um problema que pode ter causas bem individuais. Então qualquer tratamento precisa antes de um processo de investigação para saber quando e em quais tipos de situação ele ocorre.

Se você está tendo algo do tipo, é bom procurar atendimento de especialistas para parar de fazer xixi no seu belo jogo de cama.

Roteiro: Rodrigo Lara. Fontes: Natan Chehter, geriatra pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia e da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo; Carlo Passerotti, urologista e Coordenador do Centro de Cirurgia Robótica do Hospital Alemão Oswaldo Cruz; Adriano Cardoso Pinto, urologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo; Rogério Pelogia, urologista da DaVita Serviços Médicos; José Carlos Truzzi, urologista e coordenador do Setor de Urologia do Fleury Medicina e Saúde; Rodolfo Santana, urologista da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo.