PUBLICIDADE

Topo

Conexão VivaBem

Dicas para ajudar a cuidar do corpo, da mente e da alimentação de forma descomplicada


Tempo foi o que levou Paloma Bernardi a congelar óvulos: 'Quero ser mãe'

Colaboração para VivaBem

04/05/2022 15h00

No terceiro episódio da terceira temporada do Conexão VivaBem, cujo tema foi congelamento de óvulos, a apresentadora Mariana Ferrão recebeu a atriz Paloma Bernardi que fez o procedimento, e o médico que a acompanhou, Matheus Roque, especialista em reprodução humana.

A principal motivação da atriz para congelar os óvulos foi o tempo: "Estou com 36 anos e uma certeza que eu tenho é que quero ser mãe, quero realizar esse sonho um dia. Hoje minha profissão está em primeiro lugar. Tem um filme, uma novela, uma peça de teatro, vou viver isso intensamente. Esse sonho de ser mãe acaba sendo adiado, mas ele vai acontecer porque eu tenho como propósito".

Durante sua participação, Paloma contou que chama os dois óvulos que congelou no ano passado de "fronzenzinhos". A ideia surgiu após ela ver uma vizinha chamar os dois filhos de frozen 1 e frozen 2 na academia. "Perguntei por que ela estava chamando eles daquele jeito, ela disse que era porque eles foram congelados. Agora chamo os meus [óvulos] congelados de frozenzinhos", conta rindo.

Ela revela que começou a pensar na possibilidade de fazer o procedimento no início da pandemia. "Fiz uma primeira consulta, vi entrevistas de pessoas que já tinham feito e comecei a rezar comigo mesma. Veio a pandemia e no primeiro ano fiquei só refletindo sobre a situação."

Após o episódio com os "frozens", Paloma diz que a vizinha a incentivou, contou sua experiência e passou o contato do médico que fez o procedimento. A atriz foi até o especialista e decidiu que iria fazer, aproveitou a pandemia.

Bernardi, que fez o procedimento em 2021, aos 35 anos de idade, afirma que além da ansiedade da mulher e da pressão interna, ainda existe a pressão da sociedade: "Vem a sociedade e diz: 'Minha filha, você está ficando velha'. Falei: 'Gente, mas sou muito jovem ainda'".

A atriz conta que o processo foi supertranquilo, ela mesma aplicava as injeções na barriga, não teve nenhum mal-estar e encarou o tratamento com alegria, muita vontade e empolgação. "Me sentia até grávida. Tinha que fazer uns ultrassons também, até chorava emocionada de ver", relembra.

Apesar de ter feito o procedimento, ela conta que vai tentar engravidar naturalmente: "É claro que vou tentar as vias naturais, mas ter eles ali [óvulos congelados] me deixa um pouco mais segura".

Fique ligado nos próximo episódios

Toda semana, convidados especiais e especialistas vão conversar com a Mari sobre saúde, alimentação e equilíbrio mental de um jeito leve e divertido. Fique ligado em VivaBem e em nossas redes sociais para acompanhar a programação.