PUBLICIDADE

Topo

Benefícios dos alimentos

Tâmara melhora memória e alivia estresse; veja 10 benefícios da fruta

iStock
Imagem: iStock

Cecilia Felippe Nery

Colaboração para o VivaBem

14/03/2022 04h00

Considerada o caramelo da natureza, a tâmara é uma das frutas mais doces que existem e é encontrada, geralmente, na forma seca. É composta principalmente por carboidratos e apresenta uma variedade de vitaminas e minerais, como vitaminas A, C, do complexo B, e antioxidantes, entre eles betacaroteno e luteína.

Fonte de frutose, a tâmara tem um sabor sutil, é um adoçante natural e fonte de energia. "É ótima substituta para o açúcar branco em receitas, devido aos nutrientes, fibras e antioxidantes que fornece", afirma a nutricionista Caroline Mattos Vallinhos.

A tâmara é extraída da tamareira, uma palmeira cultivada há milênios e com origem ainda não confirmada, porém há indícios de que surgiu no norte da África ou no sudoeste da Ásia. A tamareira possui uma alta diversidade de textura, forma, cor e composição química, dependendo do genótipo, ambiente, estação do ano e práticas de cultivo.

Existem em torno de 50 tipos de tâmaras, sendo que pelo teor de umidade e pelos teores de açucares solúveis, elas podem ser classificadas em três categorias: secas, semi-secas e suculentas, todas famosas pelo sabor adocicado, a principal característica da fruta. "No Brasil geralmente são encontradas a seca pequena e a jumbo fresca suculenta. A mais famosa é a medjoul, fresca in natura", afirma a nutricionista Bruna Quaglio.

Vale destacar que a tâmara seca contém, normalmente, até 80% mais açúcar em sua composição se comparada com as tâmaras medjoul, por exemplo. "Isso se deve ao seu processo de desidratação, que é realizado industrialmente", informa Vallinhos.

Na desidratação da fruta, são utilizadas inúmeras técnicas de conservação de alimento, porém esse método geralmente é realizado em frutas que não puderam ser aproveitadas por diversos fatores: às vezes embalagem e transporte inadequados, armazenamento sem refrigeração etc. Ou seja, com a intenção de aumentar o valor comercial desse produto considerado inadequado para consumo em sua apresentação fresca, realiza-se o processo de desidratação, no qual extrai-se grande parte da água presente na fruta.

Já a semi-seca é uma variedade menor, mais firme e menos úmida que a medjoul. Ela também é muito saborosa e ideal para saborear pura ou incluir em preparações culinárias. "É importante lembrar que a tâmara semi-seca é uma potente fonte energética, pois contém o dobro de carboidratos quando comparada à tâmara fresca", ressalta Vallinhos.

Por fim, a medjoul, conhecida como rainha das tâmaras e como caramelo da natureza, é a tâmara fresca que não sofre nenhum processo industrial, por isso é suculenta e possui três vezes o tamanho das outras variedades, além de conter muitas fibras e um sabor extremamente doce.

tâmaras; Medjool - iStock - iStock
A medjoul é a tâmara fresca e possui três vezes o tamanho das outras variedades
Imagem: iStock

Benefícios da tâmara

A tâmara é considerada um alimento nutritivo e pode desempenhar um papel importante na saúde. "Além disso apresenta propriedades antimicrobianas, antitumoral e imunomoduladora", afirma Aline Ozana de Souza, mestre em ciência e tecnologia dos alimentos.

A seguir, conheça os principais benefícios da fruta:

1. Auxilia no funcionamento do intestino

A tâmara contribui para o bom funcionamento do intestino por ser rica em fibras, essenciais para prevenirem a prisão de ventre, além de beneficiar o trânsito intestinal. Essas substâncias também proporcionam saciedade e ajudam no controle do peso.

2. É boa fonte de energia

A tâmara fornece energia, devido a sua quantidade de carboidratos: 100 gramas têm, em média, 314 kcal. Ela inclusive já foi estudada como uma boa opção para um pré-treino.

3. Faz bem aos músculos

Promove o desenvolvimento muscular, por ser fonte de potássio e magnésio, que são minerais essenciais para a contração muscular.

4. Ajuda a fortalecer o sistema imunológico

A tâmara ajuda no fortalecimento do sistema imunológico e a prevenir doenças, pois é fonte de zinco, vitaminas do complexo B e antioxidantes, que ajudam a aumentar as defesas do corpo.

5. Auxilia na prevenção da anemia

Por conter ferro, ajuda a combater a anemia. O consumo regular da fruta ajuda no transporte de oxigênio para as células do organismo, prevenindo a doença. A falta desse mineral pode acarretar no cansaço extremo, inchaço nas articulações e pele pálida, além de outras complicações.

6. Alivia o estresse

Ajuda a relaxar e reduzir a tensão, pois é fonte de magnésio. Esse mineral está relacionado com a produção de serotonina, um neurotransmissor responsável pelo bem-estar. A fruta ainda contém triptofano (que auxilia na liberação de serotonina e melatonina, hormônio do sono).

7. Ajuda na prevenção de doenças neurodegenerativas

Contribui para a diminuição do risco de doenças neurodegenerativas, como a doença de Alzheimer, e ajuda a melhorar a memória e a capacidade cognitiva, graças aos flavonoides e ao zinco. Em um estudo com animais, concluiu-se que camundongos alimentados com ração contendo tâmara tinham memória e capacidade de aprendizado significativamente melhores.

8. É bom para a saúde ocular

Contribui para uma visão saudável, por conter vitamina A, evitando o risco de doenças oculares, como degeneração macular.

Tamareira; tamara - iStock - iStock
Tamareira é uma palmeira que produz os frutos altamente nutritivos
Imagem: iStock

9. Ajuda no fortalecimento dos ossos

As tâmaras são fontes de cálcio, potássio e magnésio, responsáveis por colaborarem com o crescimento e o bom desenvolvimento dos nossos ossos. As frutas também previnem a osteoporose, garantindo um envelhecimento saudável para o corpo.

10. Auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares

A tâmara contém ótimas quantidades de carotenoides, flavonoides e taninos, compostos com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, que combatem os radicais livres e promovem a saúde das artérias, ajudando a prevenir doenças cardiovasculares, como infarto e AVC.

Benefício em estudo

Comer tâmara nas últimas semanas de gestação pode promover a dilatação cervical e diminuir a necessidade de trabalho de parto induzido, de acordo com um estudo. A fruta também pode ser útil para reduzir o tempo de trabalho de parto.

Em uma pequena pesquisa, 69 mulheres que consumiram seis unidades de tâmara por dia durante quatro semanas antes da data ideal do parto tiveram 20% mais chances de dar à luz naturalmente. E ainda ficaram em trabalho de parto por significativamente menos tempo do que aquelas gestantes que não as consumiram.

Como consumir

Ela pode ser consumida pura, como sobremesa, acrescida de uma fatia de fruta, como morango, por exemplo. Ou ainda com queijo cottage, misturando doce com salgado. Também pode ser usada para adoçar receitas e vitaminas, no lugar do açúcar refinado. "Cada indivíduo pode consumir de acordo com suas necessidades nutricionais, ingerindo ao natural ou como parte de receitas", sugere Souza.

Contraindicações

A fruta é extremamente benéfica e muito prática de consumir, mas recomenda-se comer até três ao dia, pelo alto teor calórico. "É importante moderar o consumo e não ultrapassar esse valor, principalmente pessoas diabéticas e que querem perder peso", aconselha Vallinhos.

Fontes: Aline Ozana de Souza, mestre em ciência e tecnologia dos alimentos pela UFPA (Universidade Federal do Pará); Bruna Quaglio, nutricionista, especialista em nutrição esportiva pela USP (Universidade de São Paulo) e máster em marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing; Caroline Mattos Vallinhos, nutricionista especialista em emagrecimento, pós-graduanda em nutrição clínica pela Universidade Cruzeiro do Sul, consultora de rotulagem de alimentos.

Benefícios dos alimentos