PUBLICIDADE

Topo

O que é melhor: iogurte ou coalhada? Veja benefícios e diferenças

iStock
Imagem: iStock

Danielle Sanches

Do VivaBem, em São Paulo

29/12/2021 04h00

Seja como acompanhamento de frutas no café da manhã ou um lanche no meio da tarde, a coalhada e o iogurte são opções bastante procuradas por quem busca ter uma alimentação saudável e equilibrada.

Eles são feitos a partir do leite, então são boas fontes de proteínas e ajudam no bom funcionamento do intestino. Por possuírem um bom aporte de cálcio, também são importantes para a manutenção da saúde dos ossos.

Segundo especialistas, não existe um melhor. Tanto o iogurte como a coalhada possuem benefícios para a saúde e uma composição nutricional semelhante. Por isso, incluir um ou outro no cardápio vai depender da disponibilidade na hora de comprar ou até do gosto pessoal.

Na compra, fique atento ao rótulo: os produtos mais saudáveis são os que têm em sua lista de ingredientes apenas leite e fermento, ou seja, sem aditivos químicos e adição de açúcares na formulação.

Qual a diferença?

Ambos são considerados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento como parte do grupo de leites fermentados. A diferença está no processo de fabricação: no caso do iogurte, a fermentação ocorre a partir da adição de bactérias como Lactobacillus bulgaricus e Streptococcus thermophilus. Já na coalhada, a fermentação ocorre a partir de cultivos individuais ou mistos de bactérias mesófilas (muito comuns em alimentos), que irão provocar o "talho" no leite.

Além disso, o aspecto é diferente. O iogurte é mais cremoso, enquanto a coalhada —por ser o leite "talhado" ou coagulado— tem um aspecto de massa gelatinosa. A coalhada também costuma ter o sabor um pouco mais azedo, mas nada que atrapalhe o consumo.

Coalhada tem menos calorias

No quesito calorias, a coalhada se sai um pouco melhor: 100 gramas do alimento têm 44 kcal, enquanto a mesma quantidade de iogurte tem 63 kcal. Vale lembrar, no entanto, que isso pode variar de acordo com o leite utilizado na fabricação: se for desnatado, por exemplo, o teor de gordura será menor.

Mas tanto coalhada como iogurte são considerados boas fontes de proteína, cálcio e fósforo, além de fontes importantes de minerais como zinco (importante para o sistema imunológico) e manganês (que atua na regulação de açúcar no sangue e ajuda na absorção do cálcio), além de terem boas quantidades de vitaminas do complexo B.

E os benefícios?

Como todo leite fermentado, o consumo desses alimentos tem efeito probiótico e é considerado benéfico para a manutenção de uma microbiota intestinal saudável e equilibrada, melhorando o processo da digestão no geral e ainda favorecendo a absorção de nutrientes.

A boa qualidade da proteína de ambos também os torna uma boa opção de lanche para quem está em processo de emagrecimento, já que aumenta a saciedade após o consumo. A quantidade, no entanto, deve ser avaliada por um nutricionista, para que não ocorram excessos.

A coalhada ainda tem um benefício extra: em seu processo, o açúcar do leite chamado lactose é transformado em ácido láctico. Por isso, costuma ser bem aceita por quem sofre com intolerância à lactose.

Os especialistas recomendam que iogurte e coalhada sejam incluídos no café da manhã ou no período da noite como parte da ceia. Combinações com frutas, aveia, linhaça e chia são opções saudáveis e que contribuem para aumentar os benefícios de consumo. Os dois também podem compor outros preparos, como vitamina com frutas e molho para saladas.

Fontes: Larissa Marfori, nutricionista da Care Club Ibirapuera, em São Paulo; Julemberg Teles, nutricionista da AmorSaúde, rede de clínicas parceira do Cartão de TODOS, de Afogados, em Pernambuco; Regina Coeli da Silva Vieira, nutricionista, professora adjunta no curso de nutrição da UFAM (Universidade Federal do Amazonas); Thayná Palmeira, nutricionista do Instituto de Ciências Neurológicas de São Paulo.