PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Simaria diz que foi picada por abelha nos olhos; quais os riscos?

Reprodução Instagram/@simaria
Imagem: Reprodução Instagram/@simaria

Giulia Granchi

Do VivaBem, em São Paulo

17/10/2021 10h43

A cantora sertaneja Simaria compartilhou fotos de óculos escuros em seu Instagram, contando aos seguidores que o acessório era necessário para o show de ontem à noite após ter levado picadas de abelhas "nos dois olhos".

De acordo com a médica Maria Beatriz Guerios, especialista pelo CBO (Conselho Brasileiro de Oftalmologia), a artista provavelmente quis dizer que o inseto picou suas pálpebras, já que que quando algo se aproxima dos olhos de alguém, a reação humana natural é fechar as pálpebras para proteger o globo ocular e é raro que a abelha consiga introduzir o ferrão nessa área mais sensível.

Para o olho em si, o quadro não é tão problemático, mas a picada na pálpebra pode causar uma infecção secundária na região da face. "O veneno pode ser porta de entrada para bactérias, por isso é muito importante lavar bem e adicionar um antisséptico local com indicação médica", explica a oftalmologista Tatiana Nahas., chefe do serviço de plástica ocular da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Além disso, aponta Nahas, há o risco de alergia. "Os primeiros sinais são a coceira local e o inchaço em mais áreas do rosto, como a boca. Coçar o local e mais importante do que isso, quando começa a inchar outros locais do rosto, como a pálpebra, a boca... Se a pessoa nota isso, é indicado tomar antialérgico e procurar um pronto-atendimento com urgência."

Embora não pareça ter sido o caso de Simaria, para algumas pessoas, a picada pode induzir a uma hipersensibilidade no organismo inteiro a ponto de colocar a vida em perigo. Em segundos, ou minutos, pode ocorrer queda da pressão, taquicardia, inchaços da cabeça aos pés, obstrução das vias aéreas, náuseas e suores intensos. Esses sintomas caracterizam o choque anafilático (anafilaxia), que é mortal.

O que acontece no corpo após uma picada?*

Em comum, abelhas e vespas atacam em bandos, principalmente quando são ameaçadas. Ao ocorrer o ataque do inseto, células humanas chamadas mastócitos produzem anticorpos para combater as toxinas. Ao encontrá-las, ambos se grudam e os mastócitos, ao serem rompidos no confronto, acabam liberando histamina, uma substância que aumenta a circulação sanguínea e desencadeia coceira, vermelhidão e inchaço. Se essa reação for local e pequena, menos mal.

"Essa é uma condição de pessoas alérgicas em crise, mas mesmo a não alérgicas, se forem picadas 20, 30 vezes por insetos, como abelhas, podem ter problemas sérios e morrer, por conta da quantidade de veneno injetado", alerta Edimilson Migowski, infectologista da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).*

*Com informações da reportagem de Marcelo Testoni, publicada em 08/11/2019

Saúde