PUBLICIDADE

Topo

Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito


Movimento

Por que não é preciso sofrer como Luana Mendes para ganhar massa muscular

Reprodução/Instagram @luanasmendes
Imagem: Reprodução/Instagram @luanasmendes

Giulia Granchi

Do VivaBem, em São Paulo

22/09/2021 15h47

Com vídeos mostrando o extremo esforço —e uma boa pitada de sofrimento— por levantar altas cargas e fazer muitas repetições nos treinos, a influenciadora digital Luana Mendes vem conquistando muitos seguidores nas redes sociais.

Em entrevista à Splash, ela contou que deixa para filmar as últimas repetições da série de musculação, sempre as mais difíceis, mas garante que atualmente, depois de sete anos praticando a modalidade, o treino é sempre pesado.

Para a maioria das pessoas, treinar nessa intensidade não é necessário

De acordo com Julimar Luiz Pereira, profissional de educação física e professor da UFPR (Universidade Federal do Paraná), embora seja interessante ter algum desconforto durante a atividade física —o que indica que você está saindo da zona de conforto e assim, desafiando seus músculos— o sofrimento causado por intensa exaustão, como mostrado nos vídeos de Luana, não é necessário para a maioria das pessoas.

"Para indivíduos altamente treinados e atletas, como fisiculturistas, um treinamento como o de Luana pode ser interessante, mas é preciso analisar caso a caso", diz o professor, explicando que, fora desses grupos, treinamentos com um nível de esforço menor também pode trazer ótimos resultados, seja de perda de peso, ganho de massa muscular ou outros benefícios.

A experiência do praticante da modalidade também faz a diferença. "Quanto maior o tempo de treinamento, mais adaptado os músculos estarão para assimilar novos estímulos intensos e menores serão os riscos de lesões", explica Waldyr Maciel, educador físico e coordenador técnico da academia Les Cinq Gym, em São Paulo.

Para ter segurança em treinamentos que são exigidos "ir até a falha", receber a orientação de um profissional de educação física é essencial. "Para todo treino é aconselhável, mas com esse foco, é necessário um profissional com pleno domínio para esse tipo de preparação física. Só assim o aluno evitará lesões", afirma Pereira, que também é presidente da Comissão de Atividade Física e Saúde do Conselho Federal de Educação Física.

Movimento