PUBLICIDADE

Topo

Benefícios dos alimentos

Pimentão é aliado da saúde; veja 6 benefícios e as vantagens de cada cor

iStock
Imagem: iStock

Simone Cunha

Colaboração para o VivaBem

20/09/2021 04h00

Resumo da notícia

  • A cor está diretamente ligada ao grau de maturação e determina os benefícios à saúde
  • O vermelho é rico em licopeno, atuando na redução de problemas cardiovasculares
  • Já o verde é fonte de vitaminas B, potássio, fósforo, magnésio e cálcio
  • E o amarelo contém maior quantidade de vitamina C

O pimentão tem sabor intenso e aroma marcante. As variedades mais conhecidas são o verde, o vermelho e o amarelo, sendo que a cor está diretamente ligada ao grau de maturação. Mas os benefícios à saúde também variam de acordo com a cor.

De modo geral, o pimentão fortalece o sistema imunológico, ajuda na prevenção do câncer, protege o cérebro de degenerações, auxilia na saúde da visão, blinda o coração e combate o envelhecimento precoce.

O pimentão verde é colhido precocemente. Já o amarelo e o vermelho completaram o estágio completo de amadurecimento. E as três versões apresentam pequena variedade entre elas na quantidade de nutrientes.

Conheça os principais benefícios de cada cor

Pimentão vermelho - iStock - iStock
Imagem: iStock

Pimentão vermelho

É rico em licopeno, que atua na redução de problemas cardiovasculares. Além disso, é cheio de vitamina C e E, ácido ascórbico e betacaroteno. Pessoas com diabetes e psoríase devem comer essa versão.

pimentao verde - iStock - iStock
Imagem: iStock

Pimentão verde

Repleto de vitamina E, carotenoides e betacaroteno, auxilia na prevenção de doenças como catarata e câncer de próstata, de pulmão, de intestino e de garganta. É fonte de vitaminas B, potássio, fósforo, magnésio e cálcio, ácidos graxos insaturados e flavonoides, estes últimos com ação antioxidante.

Pimentão amarelo - iStock - iStock
Imagem: iStock

Pimentão amarelo

Com maior quantidade de vitamina C, quando comparado com os outros, 100 g do pimentão amarelo correspondem a 200% da quantidade indicada para ingestão diária. Tem ainda ação descongestionante, antibacteriana, age na termogênese e na dissolução de coágulos sanguíneos.

6 benefícios característicos desse vegetal

  1. Rico em antioxidantes que combatem os radicais livres, ajuda a fortalecer o sistema imunológico.
  2. Os antioxidantes também apresentam uma ação antienvelhecimento, ajudando na prevenção de demências.
  3. A vitamina C auxilia na absorção de ferro e na formação de colágeno.
  4. Devido à presença de cálcio, contribui para a manutenção de ossos e dentes.
  5. As vitaminas A e C também ajudam na manutenção da saúde ocular.
  6. É um alimento com poucas calorias, o que ajuda a manter a saciedade e pode ser um aliado para o emagrecimento.

Por que é indigesto?

O pimentão verde tende a ser mais indigesto que o amarelo e o vermelho, afinal ele é o menos maduro. Esse desconforto ocorre por causa das sementes, mas pode ser minimizado pela retirada das partes brancas internas. Também é recomendada a remoção da pele/casca, porém esse processo pode levar à perda de alguns nutrientes presentes nessa parte do alimento. Portanto, quem sente tal incomodo deve consumi-lo cozido, evitando preparos com ele cru.

Saiba comprar, armazenar e preparar

O indicado é optar pela compra de pimentões orgânicos, pois são mais sustentáveis e não contêm agrotóxicos. O pimentão cru é mais crocante e tem sabor picante mais proeminente, enquanto cozido ou refogado o sabor tende a ser menos picante e mais adocicado.

Uma opção é realizar a higienização, o corte e o cozimento do pimentão, porcionando em saquinhos individuais e mantendo-os congelados. Dessa forma, quando for preparar alguma receita, já terá os pimentões pré-cozidos prontos. Lembrando que este é um alimento bastante versátil, podendo ser consumido cru, cozido, grelhado, refogado ou assado. Além disso, acompanha bem outros vegetais e proteínas.

Fontes: Andrea Bonvini, docente do curso de nutrição da Universidade Anhembi Morumbi; Durval Ribas Filho, médico nutrólogo e presidente da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia); Gabriela Cilla, nutricionista da Clínica NutriCilla, graduada em gastronomia pelo Senac, em nutrição pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e pós-graduada em nutrição clínica funcional pela VP Consultoria.

Benefícios dos alimentos