PUBLICIDADE

Topo

Confeiteira, ela emagreceu 57 kg sem eliminar o açúcar de sua vida

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Roseane Santos

Colaboração para o VivaBem

02/09/2021 04h00

Denise Campos, 40 anos, praticava exercícios na adolescência e tinha um bom condicionamento físico. Quando começou a namorar seu atual companheiro, ela descuidou do treino e da dieta e chegou a 151 kg. Após o parceiro —que também estava obeso— ter um problema no coração, a confeiteira viu que precisava emagrecer para cuidar da saúde. A seguir, ela conta como conseguiu:

"Comecei a malhar aos 12 anos de idade e adorava fazer exercícios, tinha uma vida muito ativa. Aos 16, virei 'aluna modelo' da academia. Servia de exemplo para mostrar os resultados do treino a outros alunos, para incentivar as pessoas que faziam musculação.

Como Emagreci Denise - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Porém, comecei a namorar meu atual parceiro, que na época já era gordinho, e acabei relaxando um pouco com a rotina de exercícios. Além disso, fui trabalhar com telemarketing e passei a ficar muito tempo sentada, comendo só lanches, pois o intervalo para a refeição era muito curto.

A combinação me fez engordar e, aos 24 anos, quando engravidei pela primeira vez, já estava com 100 kg (tenho 1,82 m de altura). Foi aí que caiu a ficha de que estava virando obesa.

Quando meu filho nasceu eu continuei engordando. Alcancei 135 kg anos quando engravidei do meu caçula e, por causa do excesso de peso, a gestação foi de risco. Precisei emagrecer para reduzir o risco de problemas no parto. Correu tudo bem no nascimento e pensei que não ganharia peso. Mas não foi bem assim...

Como Emagreci Denise - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Nessa época, eu já trabalhava como enfermeira e decidi mudar de área para entrar no mundo da confeitaria. Preciso explicar o que aconteceu? A coisa degringolou... Trabalhava demais e minha alimentação não era nada saudável —basicamente, eu vivia comendo os doces que fazia. Engordei muito e cheguei a 151 kg.

Tentei fazer várias dietas, mas nunca conseguia manter a boa alimentação por muito tempo. O máximo que consegui foi perder 28 kg. Tentei tomar vários medicamentos para emagrecer, mas eles não me faziam bem. Tinha quadros de ansiedade por causa dos remédios —em uma crise, cheguei ao ponto de morder meu filho. Então, jurei que nunca mais tomaria nada.

Como Emagreci Denise - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

A minha vida começou a mudar depois de um susto que levei em 2017. Meu companheiro, que pesava cerca de 135 kg, passou mal e foi internado com um problema no coração. Ficou 11 dias no hospital e o médico foi bem claro: 'Agora, vocês terão que modificar o estilo de vida'. Depois, olhou para mim e disse que eu também estava em estado crítico.

A partir desse momento, percebi que tinha que fazer algo para ajudar o meu marido e também para me ajudar. Sabia que, se eu não fizesse nada, ele também não faria e podia morrer. Começamos com caminhadas de 50 minutos por dia. Perdi quase 10 kg. Fiquei animada com o resultado e decidi voltar para a academia. Fazia exercícios aeróbicos (caminhada, bike) e musculação.

Como Emagreci Denise - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Também mudei a alimentação. Por conta do meu trabalho, não pude cortar totalmente o açúcar da minha vida. Porém, entendi que eu não precisava comer grande quantidade dos doces que preparava, podia simplesmente experimentar só um pouquinho das receitas. O que eu eliminei foi o refrigerante. Até hoje não bebo de jeito nenhum, nem em festas.

Também passei a evitar massas, frituras, lanches e outras fast-food. Meu cardápio era simples. Tinha verduras, legumes e proteínas (carne, ovo, frango, peixe). Comia só três vezes ao dia e, com o passar do tempo, aderi ao jejum intermitente —que faço até hoje.

Como Emagreci Denise - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Conforme fui emagrecendo, evolui nos treinos e passei a correr em vez de caminhar. Gostei tanto que formei um grupo de corrida com os amigos e participamos de várias provas juntos. Inclusive, antes da pandemia, completei a Meia Maratona do Rio de Janeiro (prova com 21,097 km).

Com boa alimentação e exercícios, perdi cerca de 42 kg entre 2017 e 2019. Aí chegou 2020 e, junto com ele, a pandemia do coronavírus... As academias fecharam, mas não perdi o foco. Comprei pesos e outros acessórios de treinos e segui firme e forte, treinando em casa.

Como Emagreci Denise - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Perdi 15 kg durante a pandemia e cheguei aos meus atuais 94 kg. Ao todo, foram 57 kg eliminados e a minha meta é chegar a 90 kg, para depois fazer cirurgias reparadoras (remover o excesso de pele).

Emagrecer trouxe mais saúde para mim e para minha família e me reconectou com o mundo da atividade física, pelo qual sou apaixonada desde a adolescência. Agora, quero manter esse bom hábito para sempre!

Quer emagrecer? Receba um plano gratuito com treino e dieta em seu email

Você quer mudar hábitos, começar a praticar exercícios, ter uma alimentação mais saudável e emagrecer? O VivaBem preparou uma série de newsletters com um programa de treino e uma dieta para perder peso (neste link tem a caixa para você se cadastrar para recebê-las). Ao assinar a newsletter do #ProjetoVivaBem, você vai receber em seu email, ao longo de 12 semanas, um plano completo e gratuito com exercícios, cardápios e dicas para mudar o estilo de vida, que ajudarão a alcançar o objetivo de eliminar gordura corporal, ganhar músculos e, principalmente, adotar hábitos mais saudáveis. Siga nosso programa e compartilhe seu novo dia a dia mais saudável e seus resultados nas redes sociais com a #ProjetoVivabem.