PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Covid: Brasil bate recorde de aplicação de 2ª dose de vacina em 24 horas

Mais de 62,5 milhões de brasileiros completaram vacinação contra a covid-19 - Aloísio Maurício/Fotoarena/Estadão Conteúdo
Mais de 62,5 milhões de brasileiros completaram vacinação contra a covid-19 Imagem: Aloísio Maurício/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Colaboração para o VivaBem, em São Paulo

31/08/2021 20h07Atualizada em 31/08/2021 20h40

O Brasil registrou o recorde de aplicação da segunda dose de vacina contra a covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com boletim divulgado hoje pelo consórcio de veículos de imprensa, do qual o UOL faz parte. Neste período, 1.412.878 pessoas tomaram a segunda dose de imunizante. Os dados foram fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde.

Até então, o dia com a maior aplicação de segundas doses no país havia sido registrado em 17 de agosto: 1.060.860.

Entre ontem e hoje, outras 3.360 pessoas receberam a dose única da vacina, ou seja, 1.416.238 brasileiros completaram o esquema vacinal neste período.

Já 1.291.608 pessoas tomaram a primeira dose nas últimas 24 horas. No total, 2.707.846 doses de imunizante, somando primeira, segunda e dose única, foram aplicadas neste intervalo de tempo, a terceira maior marca desde o início da vacinação no país, em janeiro.

Vacinação primeira dose 31/8 - UOL - UOL
Vacinação primeira dose 31/8
Imagem: UOL

Os dias nos quais houve maior aplicação de doses de vacina foram em 7 de julho (3.391.427) e 17 de agosto (2.778.682).

O país conta com 62.583.158 pessoas com esquema vacinal completo (29,34% do total da população). Até o momento, 131.311.289 brasileiros tomaram a primeira dose, o equivalente a 61,56% do total de habitantes do país.

São Paulo permanece na liderança entre aqueles com a maior parcela de sua população vacinada com a primeira dose: 72,37% dos habitantes do estado. A seguir, aparecem Rio Grande do Sul (66,23%) e Distrito Federal (65,15%).

Em termos percentuais, Mato Grosso do Sul lidera entre os estados com a maior proporção de habitantes com vacinação completa: 44,2% da população local. Na sequência, estão São Paulo (37,18%) e Rio Grande do Sul (32,65%).

Vacinação dose completa 31/8 - UOL - UOL
Vacinação dose completa 31/8
Imagem: UOL

Variante delta já é responsável por mais de 80% dos casos de covid no RJ

A variante delta do Sars-CoV-2 já é causadora de 86% dos casos de covid-19 no Rio de Janeiro, segundo mapeamento da Rede Corona-Ômica de vigilância genômica do novo coronavírus no estado. O alastramento dessa nova variedade do vírus foi extremamente veloz. Em junho, os casos da delta eram apenas 6%. No mês seguinte, saltaram para 48%; agora, são maioria absoluta.

As análises são realizadas pela equipe da pesquisadora Ana Tereza Vasconcelos, do LNCC (Laboratório Nacional de Computação Científica) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. A rede de vigilância genômica já processou 3.952 genomas virais, oriundos de 91 municípios. Os pacientes são oriundos dos centros de referência e hospitais em todo o estado.

Um estudo publicado na revista científica The Lancet no sábado, 28, apontou que os infectados com a variante delta do novo coronavírus têm o dobro de risco de serem hospitalizados. A comparação foi feita com pessoas que contraíram a cepa alpha do vírus, detectada no Reino Unido em novembro passado.

Veículos se unem pela informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, G1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de saúde das 27 unidades da federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes de autoridades e do próprio presidente durante a pandemia colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Saúde