PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

SP confirma primeira morte pela variante delta da covid-19 no estado

Caso trata-se de uma idosa de 74 anos que vivia em Piracicaba, no interior de SP - Pixabay
Caso trata-se de uma idosa de 74 anos que vivia em Piracicaba, no interior de SP Imagem: Pixabay

De VivaBem, em São Paulo

31/08/2021 11h01Atualizada em 31/08/2021 14h36

O governo de São Paulo confirmou hoje a primeira morte pela variante delta (B.1.617.2) do novo coronavírus no estado. A informação foi veiculada inicialmente pelo canal GloboNews e confirmada pelo UOL.

Segundo nota da Secretaria de Saúde de SP, a morte foi reportada pelo município de Piracicaba. Ontem, a pasta da Saúde da cidade, localizada no interior do estado, reportou a morte de uma idosa de 74 anos com comorbidades pela variante delta da covid-19.

O caso foi reportado hoje pelo município de Piracicaba ao governo de São Paulo, segundo a administração estadual. O CVE (Centro de Vigilância Epidemiológica) está investigando mais detalhes sobre a morte.

A idosa que morreu em decorrência da delta estava vacinada com as duas doses do imunizante contra a covid-19, segundo a Secretaria de Saúde de Piracicaba.

A vacinação completa demonstra ser um grande aditivo de segurança contra a evolução da delta para quadros graves e, consequentemente, mortes, mas tem mostrado vulnerabilidades em idosos, o que tem demandado ações no sentido de aplicação de uma terceira dose.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Piracicaba, há outros cinco casos da delta sendo monitorados no município: dois homens e três mulheres, com idades entre 10 e 52 anos.

No estado de SP, segundo dados atualizados pelo governo estadual na última quarta-feira (25), há 747 casos registrados da delta. A maioria deles foram reportados pela cidade de São Paulo (405).

Nacionalmente, o Ministério da Saúde contabiliza, segundo dados atualizados ontem, 1,9 mil casos da variante delta e 61 mortes decorrentes dela, sendo que a maioria foi reportada pelos estados do Paraná (21), do Rio Grande do Sul (14) e do Rio de Janeiro (11).

Saúde