PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Após 2 dias sem vacinação, Paes anuncia retomada amanhã por ao menos 2 dias

11 jun. 2021 - Aplicação de dose de vacina contra a covid-19 em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro - João Gabriel Alves/Enquadrar/Estadão Conteúdo
11 jun. 2021 - Aplicação de dose de vacina contra a covid-19 em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro Imagem: João Gabriel Alves/Enquadrar/Estadão Conteúdo

Lola Ferreira

Do UOL, no Rio

12/08/2021 11h22

O prefeito Eduardo Paes (PSD) informou hoje que a vacinação na cidade do Rio de Janeiro será retomada amanhã, para pessoas com 24 anos. O calendário está interrompido há dois dias por falta de doses enviadas pelo Ministério da Saúde, de acordo com a prefeitura.

Em sua conta no Twitter, Paes explicou que consegue manter a vacinação para a sexta (13) e para o sábado (14), com pessoas de 23 anos, mas indicou que, se não houver novas entregas, poderá haver interrupção na aplicação de primeira dose.

Caso o estado do Rio de Janeiro não receba novas doses e a vacinação tenha de ser interrompida novamente, a capital fluminense pode enfrentar a terceira pausa no calendário em menos de um mês.

Pedido direto por vacinas do Butantan

Ontem, no Twitter, Paes pediu que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), encaminhasse doses de CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, diretamente para a capital fluminense —a responsabilidade pela distribuição é do Ministério da Saúde.

Na ocasião, a cidade do Rio recebeu apenas 38 mil doses, insuficientes para um dia inteiro de aplicação.

Também pelo Twitter, Doria explicou que depende da distribuição do PNI (Programa Nacional de Imunizações), definido pelo Ministério da Saúde, e criticou o governo federal.

Antes do mais recente recebimento, o secretário municipal de saúde, Daniel Soranz, explicou a importância da vacinação diante do avanço da variante Delta.

Cada dia é muito importante, a gente está em pleno inverno com uma nova variante chegando na cidade do Rio de Janeiro, o número de casos aumentando, então é muito importante que a gente acelere o calendário."

Saúde