PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Covid: País bate 100 milhões de vacinados com 1ª dose, 47,26% da população

Mais de 100 milhões de pessoas já tomaram a 1ª dose, das quais 41 milhões completaram a vacinação contra a covid-19 - Ernesto Carriço/Estadão Conteúdo
Mais de 100 milhões de pessoas já tomaram a 1ª dose, das quais 41 milhões completaram a vacinação contra a covid-19 Imagem: Ernesto Carriço/Estadão Conteúdo

Colaboração para o VivaBem, em São Paulo

30/07/2021 20h05Atualizada em 30/07/2021 20h40

O Brasil já conta com mais de 100 milhões de pessoas que tomaram a primeira dose de vacina contra a covid-19. No total, 100.082.100 brasileiros estão imunizados parcialmente contra a doença, o equivalente a 47,26% da população do país. Os dados são do consórcio de veículos de imprensa, do qual o UOL faz parte, com base nas informações fornecidas pelas secretarias estaduais de saúde.

Nas últimas 24 horas, 1.169.522 pessoas receberam a primeira dose da CoronaVac, Oxford/AstraZeneca ou Pfizer/BioNTech em todo o país.

Pelos números do consórcio, 41.012.243 pessoas estão com vacinação completa contra a covid-19 no Brasil, o correspondente a 19,37% da população total. Entre ontem e hoje, 752.198 habitantes receberam a segunda dose, enquanto a dose única foi aplicada em outros 27.979.

Dos quatro tipos de vacina à disposição no país, três necessitam de duas doses, conforme recomendação dos seus respectivos laboratórios: CoronaVac, Oxford/AstraZeneca e Pfizer/BioNTech. A fabricante da Janssen indica a aplicação de apenas uma dose de seu imunizante.

Dose completa 30/7 - UOL - UOL
Mapa da vacinação completa em 30/7
Imagem: UOL

O estado de São Paulo permanece como aquele com maior aplicação de primeira dose em seus habitantes, em termos proporcionais: 57,06% de sua população.

Mato Grosso do Sul se mantém como líder entre os estados com a maior parcela da população com vacinação completa —isto é, receberam a segunda dose ou a dose única: 32,85% de seus habitantes.

Vacinação dose 1 - UOL - UOL
Vacinação com a 1ª dose contra covid
Imagem: UOL

Covid-19: 2.300 prefeituras querem vacinação obrigatória

Nova edição da pesquisa da CNM (Confederação Nacional dos Municípios) sobre a pandemia identificou que 2.373 prefeituras concordam com a vacinação obrigatória para a covid-19. O número equivale a 87,7% das 2.705 cidades ouvidas. Apenas 256 municípios (9,5%) foram contrários à medida. Outros 76 (2,8%) não responderam.

Entre os municípios ouvidos, 99,5% começaram a imunização nas faixas etárias abaixo dos 60 anos. Segundo o levantamento, 83 (3,1%) estão na faixa de 45 a 49, 295 (11%) na de 40 a 44, 748 (27,8%) na de 35 a 39, 858 (31,9%) na de 30 a 34, 469 (17,4%) na de 25 a 29 e 217 (8,1%) na de 18 a 24 anos.

Do universo consultado, 1.532 (56,6%) administrações municipais disseram que até 10% das pessoas convocadas não apareceram para tomar a primeira dose. Quanto à aplicação da segunda dose, 1,334 (73,9%) das cidades informaram que menos de 10% do público alvo ainda não concluiu o ciclo vacinal.

Veículos se unem pela informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, G1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de saúde das 27 unidades da federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes de autoridades e do próprio presidente durante a pandemia colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Você utiliza a Alexa? O UOL fornece informações à inteligência artificial por voz da Amazon, com boletins de notícias e dados atualizados do número de brasileiros vacinados contra a covid-19. Para saber sobre a vacinação no país ou no seu estado com a credibilidade do UOL, pergunte: "Alexa, quantas pessoas já foram vacinadas no Brasil?", por exemplo, ou "Alexa, quantas pessoas foram vacinadas?". Nos encontramos lá!

Saúde