PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Após paralisação, cidade do Rio retoma hoje a vacinação contra a covid-19

Rio havia paralisado a campanha em razão da falta de imunizantes - Prefeitura de Niterói/Luciana Carneiro
Rio havia paralisado a campanha em razão da falta de imunizantes Imagem: Prefeitura de Niterói/Luciana Carneiro

Do VivaBem, em São Paulo*

28/07/2021 07h44Atualizada em 28/07/2021 11h53

A cidade do Rio de Janeiro anunciou a retomada hoje da vacinação contra a covid-19 no município após a paralisação da campanha, que começou na sexta-feira (23), em razão da falta de imunizantes. Apesar do retorno, o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, afirmou que, sem o envio de uma nova remessa de doses pelo Ministério da Saúde, as imunizações serão interrompidas novamente no próximo sábado (31) na capital.

"A aplicação da primeira dose contra a covid-19 será retomada nesta quarta-feira. Com a previsão de chegada dos imunizantes, conseguimos reorganizar as datas para vacinar os adultos de 34 e 33 anos ainda esta semana, como previa o calendário inicial", escreveu a prefeitura no Instagram.

Recebem hoje a primeira dose as mulheres de 34 anos, pela manhã, e, na parte da tarde, será a vez dos homens da mesma idade. Amanhã serão as mulheres de 33 anos, mais a repescagem para quem tem 34 anos ou mais, e, na sexta-feira (30), começam a ser imunizados os homens de 33 anos. No sábado (31) a campanha continua para pessoas com mais de 33 anos.

Veja o calendário da vacinação na cidade do Rio nesta semana:

Segundo a prefeitura, a vacinação para a segunda dose continua normalmente ao longo da semana.

Risco de nova paralisação

O secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, disse ontem que sem o envio de uma nova remessa de doses das vacinas contra a covid-19 pelo Ministério da Saúde, as imunizações poderão ser interrompidas novamente no próximo sábado (31) na capital.

Segundo Soranz, ontem o município recebeu 280 mil doses de vacina, mas a quantidade enviada pela Saúde só suporta quatro dias da campanha de imunização.

A gente recebeu 280 mil doses de vacinas nesse carregamento que foi entregue. Começou a ser distribuído hoje às 11h da manhã. Esse carregamento suporta uma vacinação de quatro dias no Rio de Janeiro. [É preciso que sejam enviadas novas doses], porque se não a gente interrompe de novo no sábado
Daniel Soranz, secretário de Saúde do Rio de Janeiro

Em entrevista à CNN, Soranz afirmou que, mesmo diante da falta de doses, o Rio de Janeiro planeja vacinar todos os adultos até 18 de agosto. "Para isso, é necessário que o ministro regularize as entregas. Logo que receba as vacinas, entregue em 12 ou 24 horas", afirmou o secretário.

A confirmação do envio de novas doses pelo Ministério da Saúde aconteceu anteontem depois do prefeito do município, Eduardo Paes (PSD), cobrar a pasta para o envio das doses da CoronaVac anunciadas pelo Instituto Butantan como entregues ao PNI (Programa Nacional de Imunizações).

Até o momento, segundo o painel de vacinação da prefeitura, receberam as duas doses ou a dose única 23,7% da população total da cidade, com 1,6 milhão de pessoas. A primeira dose foi aplicada em 56,6% da população, com 3,7 milhões de pessoas imunizadas parcialmente.

*Com informações da Agência Brasil

Saúde