PUBLICIDADE

Topo

VivaBem

Queiroga cobra 2º dose de atrasados e diz que ciência trouxe 'esperança'

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fez pronunciamento para falar da pandemia no Brasil - Reprodução/YouTube
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fez pronunciamento para falar da pandemia no Brasil Imagem: Reprodução/YouTube

Colaboração para o UOL

28/07/2021 21h15

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, voltou a fazer um apelo para que os brasileiros tomem a segunda dose da vacina contra a covid-19. Em um pronunciamento em rede nacional na noite de hoje, ele lembrou da importância de completar o esquema vacinal.

"Dirijo-me, em especial, aos brasileiros que estão com a segunda dose em atraso. Peço que busquem os postos de vacinação para tomar a segunda dose, pois sua imunização só estará completa após a conclusão do esquema vacinal", disse Queiroga.

Após seis meses desde o início da aplicação de imunizantes no Brasil, o ministro disse que "graças aos avanços da ciência temos uma nova esperança" com as vacinas. Queiroga também lamentou as mais de 550 mil mortes causadas pela doença no país.

Além disso, o ministro afirmou que a previsão é de que toda a população adulta do Brasil receba a primeira dose até setembro. A segunda será ministrada até dezembro.

O chefe da Saúde disse que "podemos nos orgulhar do sucesso da nossa campanha de vacinação" e destacou que, com os números atuais, houve queda de "40% no número de casos e óbitos em apenas um mês".

No país, a maior parte das vacinas administradas são aplicadas em duas vezes, e apenas a da Janssen é de aplicação única. De acordo com o último levantamento do consórcio de veículos de imprensa, do qual o UOL faz parte, 18,65% da população brasileira já está completamente imunizada. Já os que receberam a primeira ou a dose única representam 46,38% dos cidadãos.

VivaBem