PUBLICIDADE

Topo

Pfizer anuncia envio de 13 mi de doses de vacina ao Brasil até 1º de agosto

Lote com pouco mais de 1 milhão de doses está previsto para chegar amanhã, no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP) - Jack Guez/AFP
Lote com pouco mais de 1 milhão de doses está previsto para chegar amanhã, no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP) Imagem: Jack Guez/AFP

Colaboração para o UOL

19/07/2021 18h31Atualizada em 19/07/2021 20h30

A farmacêutica Pfizer/BioNTech anunciou hoje a entrega de 13.265.460 de doses da vacina contra o novo coronavírus ao Brasil até o dia 1º de agosto. O primeiro lote, com um pouco mais de 1 milhão de doses, está previsto para chegar amanhã ao país, no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP).

De acordo com a Pfizer, a operação deve se intensificar em agosto e setembro devido à chegada de quase 70 milhões de doses, totalizando 100 milhões de imunizantes entregues até o final do terceiro trimestre deste ano.

Já o segundo contrato entre a farmacêutica e o governo brasileiro, assinado no mês de maio, prevê a entrega de outras 100 milhões de doses entre outubro e dezembro. Com isso, a Pfizer/BioNTech terá enviado 200 milhões de doses aos brasileiros até o final de 2021.

A Pfizer informou que as doses a serem recebidas pelo Brasil são produzidas na fábrica da farmacêutica em Kalamazoo, no estado de Michigan, nos Estados Unidos. De lá, elas serão despachadas de avião até o Aeroporto Internacional de Miami para seguir ao país.

Aqui, os imunizantes serão entregues ao centro de distribuição do Ministério da Saúde, localizado em Guarulhos (SP), onde serão partilhados para os mais 38 mil postos de vacinação em todo o país.

Segundo a Pfizer/BioNtech, até agora foram produzidas mais de 1,2 bilhão de doses da vacina da farmacêutica contra a Covid-19, sendo que mais de 860 milhões foram enviadas para mais de 100 países, incluindo o Brasil.