PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

José Serra coloca stent em artéria; entenda a importância do procedimento

Alice Vergueiro/Estadão Conteúdo
Imagem: Alice Vergueiro/Estadão Conteúdo

Do VivaBem, em São Paulo

07/07/2021 10h28

O senador José Serra (PSDB), 79, passou por um cateterismo e pela colocação de um stent em uma das artérias do coração após realizar exames de rotina na última terça-feira (6).

De acordo com a assessoria do político, o procedimento teve sucesso e Serra está em observação por 48 horas, um protocolo comum.

O senador encerrou ontem o protocolo de isolamento para a covid-19. Serra foi internado preventivamente no fim de junho após ser diagnosticado com a doença. Nos últimos dias, ele precisou tratar uma pneumonia leve, identificada nos exames de imagem, com antibióticos por via endovenosa.

Como funciona o cateterismo e qual é a função do stent?

Um cardiologista intervencionista que faz uma pequena incisão no punho ou na virilha e insere um cateter que irá percorrer o vaso sanguíneo até chegar ao coração. Tudo é feito com a ajuda da fluoroscopia, uma técnica de imagem que ajuda a guiar a subida do cateter até a artéria coronária.

Lá, o cateter injeta um contraste, que mostra a artéria por dentro, possibilitando diagnosticar lesões.

Se uma artéria obstruída é identificada, o procedimento leva o stent, espécie de mola metálica que mantém as paredes da artéria abertas, até o local.

"Normalmente é uma placa de gordura que se rompe e forma um coágulo, uma trombose coronária", diz Leopoldo Piegas, cardiologista do HCor.

Quando essa placa é pequena, não gera sintomas, mas ao se romper, joga gordura na circulação e o organismo forma um coágulo, que pode obstruir parcial ou totalmente a artéria. "É como se explodisse e o sangue não consegue passar. Se fechar totalmente a artéria, o indivíduo tem um infarto."

*Com informações da reportagem de Gabriela Ingrid, publicada em 21/11/2019

Saúde