PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Anvisa: Vacinas fora da validade não têm garantias de eficácia e segurança

Anvisa se isentou da responsabilidade de eventuais irregularidades na aplicação das vacinas - Ueslei Marcelino/Reuters
Anvisa se isentou da responsabilidade de eventuais irregularidades na aplicação das vacinas Imagem: Ueslei Marcelino/Reuters

Do VivaBem, em São Paulo

02/07/2021 19h43

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) esclareceu hoje que vacinas contra a covid-19 que estiverem fora do prazo de validade não têm garantias de eficácia e segurança. A manifestação da agência vem na esteira da suspeita de que alguns municípios poderiam ter aplicado doses vencidas do imunizante da AstraZeneca.

Uma reportagem da Folha de S.Paulo que foi publicada hoje afirmava que mais de 1.500 cidades teriam aplicado doses fora do prazo. Os municípios, no entanto, negaram.

"Os dados de qualidade, segurança e eficácia avaliados pela Anvisa se referem ao produto dentro de sua validade aprovada. Vacinas com prazo de validade expirado não têm garantias de eficácia e segurança", diz comunicado divulgado pela agência.

A Anvisa também se isentou da responsabilidade de eventuais irregularidades na aplicação das doses, reforçando que não participa da logística de aplicação de vacinas.

"A Agência atua na avaliação da qualidade, segurança e eficácia das vacinas e das condições de fabricação das empresas envolvidas na produção tanto do insumo farmacêutico ativo quanto do produto acabado. Os dados avaliados pela Anvisa, dentre eles o estudo de estabilidade, em condições controladas de temperatura e umidade, definem o prazo de validade e condições de armazenamento do produto, impactando na logística de distribuição."

Saúde