PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Vecina: Devemos nos preocupar com a disseminação da variante delta no país

Do VivaBem, em São Paulo*

28/06/2021 09h57Atualizada em 28/06/2021 11h00

O médico sanitarista e ex-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) Gonzalo Vecina Neto disse hoje, durante o UOL News, que "com certeza" variante delta, identificada pela primeira vez na Índia, já está circulando no Brasil. O médico explicou que essa variante tem alto poder de transmissão e é preciso se preocupar com a disseminação dela pelo território.

"Existe um receio muito grande porque nós começamos a ter uma circulação muito grande da variante delta. Nós já tivemos o primeiro óbito. Então, essa pessoa, com certeza, já disseminou essa variante por onde ela passou, foi internada. Com certeza, a variante delta está circulando. A característica mais importante dela é que ela é mais rápida no seu processo de disseminação."

Vecina lembrou que essa variante tem provocado diversas mortes na Índia e apontou a necessidade de nos preocuparmos com a presença dela no Brasil.

Para o médico, o fato de o Brasil ter registrado 725 mortes por covid-19 ontem, ainda não é motivo para comemorar. Esta foi a primeira vez desde o dia 18 de maio que o país tem a média móvel de óbitos em queda: -16%.

"Acho muito importante a gente não festejar muito essa queda que estamos e tratar de nos preocuparmos com a possibilidade de ter uma nova variante muito mais rápida na sua disseminação crescendo aqui no Brasil."

Identificada pela primeira vez na Índia, a variante delta do novo coronavírus está avançando por todo o planeta e preocupa especialistas. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a cepa circula por 92 países.

No Brasil, o Ministério da Saúde informou que, até o momento, 11 casos já foram detectados, com a confirmação de uma morte. O óbito aconteceu no fim de abril, mas só foi divulgado anteontem. Apenas a Região Norte continua sem incidência da variante.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Saúde