PUBLICIDADE

Topo

SP terá hospital exclusivo para casos da variante indiana, diz secretário

Edson Aparecido, secretário municipal de Saúde de São Paulo - Reprodução/Youtube/Câmara Municipal de São Paulo
Edson Aparecido, secretário municipal de Saúde de São Paulo Imagem: Reprodução/Youtube/Câmara Municipal de São Paulo

De Viva Bem, em São Paulo

20/06/2021 09h38Atualizada em 20/06/2021 10h13

O secretário municipal de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, afirmou que a capital paulista já referenciou um hospital junto ao governo do estado para atender exclusivamente casos da variante delta, originária da Índia, caso ela chegue à cidade.

"Além do processo das barreiras sanitárias que nós estamos fazendo nos aeroportos, nós já referenciamos um hospital junto com estado, que é o Hospital de Guaianases [na zona leste da capital], que vai receber pacientes exclusivos da variante indiana", declarou em entrevista ao canal CNN Brasil na manhã de hoje.

Segundo o secretário, os pacientes serão encaminhados à unidade exclusiva após terem o sequenciamento genético da variante indiana constatado. Além disso, ele afirmou que a prefeitura fará todo o monitoramento de casos suspeitos na cidade.

"Tivemos caso dos cinco tripulantes do voo que chegou ao aeroporto de São José dos Campos. Nós fomos até São José dos Campos, fizemos testagem, eles testaram negativo, mas estão hospedados, hoje, em hotel do bairro do Tatuapé [zona leste] durante 14 dias, que é o período da quarentena necessária", disse.

No final de maio, o secretário afirmou que a cidade de São Paulo já se prepara para enfrentar uma terceira onda da covid-19, que, em suas palavras, "seguramente vai atingir o Brasil".