PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Covid: Paes muda datas e prevê vacinar todos os adultos até fim de agosto

17.jun.2021 - O prefeito do Rio Eduardo Paes é vacinado contra a covid-19 na quadra da Portela  - Jorge Hely/Framephoto/Estadão Conteúdo
17.jun.2021 - O prefeito do Rio Eduardo Paes é vacinado contra a covid-19 na quadra da Portela Imagem: Jorge Hely/Framephoto/Estadão Conteúdo

Beatriz Gomes

Do VivaBem, em São Paulo*

18/06/2021 08h48Atualizada em 18/06/2021 10h47

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), anunciou na manhã de hoje a aceleração no calendário de vacinação contra a covid-19 de todos os adultos no município. O novo calendário (confira abaixo) prevê que todos os maiores de 18 anos na cidade devem ser imunizados com a 1º dose até o dia 31 de agosto. A previsão anterior era para o dia 21 de outubro.

Além dos adultos, o prefeito declarou que o município será o primeiro do país a começar a vacinação dos adolescentes — entre 12 e 17 anos — com a imunização deste grupo até o dia 15 de setembro.

O novo calendário detalhando os dias de vacinação de cada um dos grupos foi divulgado pela Prefeitura do Rio no Instagram.

O anúncio do novo calendário aconteceu durante a divulgação do 24º boletim epidemiológico feito por Paes ao lado do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

"A regularidade da entrega de vacinas, a eficiência da logística da secretaria municipal de saúde e no nosso processo de vacinação me permitiu ontem, dia 17 de junho, antecipar essa vacinação", declarou Paes, nomeando o calendário anterior como "conservador".

Além dos maiores de 18 anos, o calendário prevê a vacinação das pessoas de 59 a 47 anos ainda este mês, de 46 a 38 anos em julho, e de 37 a 18 anos em agosto.

O atual gestor do município também anunciou que as gestantes e puérperas — mulheres que deram à luz até 45 dias — acima de 18 anos também poderão se vacinar no município entre os dias 21 e 26 de junho.

Novo calendário de vacinação da cidade do Rio - Reprodução/YouTube/Prefeitura do Rio de Janeiro - Reprodução/YouTube/Prefeitura do Rio de Janeiro
Novo calendário de vacinação da cidade do Rio
Imagem: Reprodução/YouTube/Prefeitura do Rio de Janeiro

Paes disse que o novo calendário traz uma "rinha da vacina muito saudável", se referindo à brincadeira que surgiu nas redes sociais sobre a disputa de governantes para ver quem tem a melhor logística e vacina mais rapidamente toda a população contra covid-19.

No Twitter, Paes anunciou o novo calendário e brincou com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), na postagem: "Passamos o @jdoriajr! Falei para não me desafiar!".

Anteontem, o prefeito do Rio já havia trocado mensagens com trocadilhos com Doria sobre quem irá conseguir imunizar maior número de pessoas.

Elogios à Saúde

Durante a divulgação do boletim, Paes disse várias vezes que a antecipação de "1 mês e 21 dias" é muito positiva e elogiou o Ministério da Saúde pelas entregas dos imunizantes, apesar de a pasta reduzir a previsão da chegada de novos lotes frequentemente.

"Modéstia à parte, ministro, é isso. O ministério entrega [os imunizantes] de forma equilibrada para todo o Brasil, não faz distinção político-ideológica. Por isso, eu faço questão e eu tenho dito aqui que este tema deve nos unir. A guerra da vacina que pode ter é a guerra de brincadeira, é da richa boa, são as coisas naturais de uma peleja política", disse o prefeito.

Queiroga agradeceu os elogios de Paes e declarou que o combate à pandemia da covid-19 "é um enfrentamento difícil para todos nós".

"Temos uma rede pública muito forte e que, se gerida de maneira eficiente, vai fazer a diferença na assistência para que possamos também reduzir os índices de mortalidade hospitalar em virtude de síndrome respiratória aguda grave. O momento que estamos na pandemia ainda inspira cuidados (...). [Mas] nós temos hoje uma esperança que são as vacinas", comentou Queiroga.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Saúde