PUBLICIDADE

Topo

Com fila, pessoas esperam quase 2 horas para tomar vacina em São Paulo

Fila para tomar vacina contra a covid-19 na UBS Vila Santo Estevão, na zona leste - Ana Paula Bimbati /UOL
Fila para tomar vacina contra a covid-19 na UBS Vila Santo Estevão, na zona leste Imagem: Ana Paula Bimbati /UOL

Ana Paula Bimbati

Do Viva Bem, em São Paulo

17/06/2021 10h31

O consultor tributário Antônio Pinheiro, 55, ficou na fila da UBS (Unidade Básica de Saúde) Vila Santo Estevão, na zona leste de São Paulo, por 1h50 para conseguir tomar a vacina contra covid-19. Hoje, a capital paulista aplica a primeira dose nas pessoas com 54 e 55 anos.

"Cheguei por volta das 7h10 e preferi vir pela manhã, porque achei que estaria mais vazio", contou. Quando chegou na UBS, a fila já tinha cerca de 30 pessoas. A reportagem esteve no local 9h e, no momento, mais de 50 pessoas aguardavam sua vez. Apesar da espera, a sensação de Pinheiro era de "alívio".

Para ajudar no fluxo, o posto de saúde entregou senhas. Uma funcionária da UBS afirmou que todos que estão na fila receberão a vacina AstraZeneca, disponibilizada no local hoje.

Para evitar aglomerações, a prefeitura fez um escalonamento por idade de segunda a sábado. Desde ontem, o UOL tem mostrado que mesmo com a medida há postos de saúde registrando filas.

Antônio Pinheiro ficou na fila por quase duas horas para se vacinar - Ana Paula Bimbati/UOL - Ana Paula Bimbati/UOL
Antônio Pinheiro ficou na fila por quase duas horas para se vacinar
Imagem: Ana Paula Bimbati/UOL

Quem ficou na fila por mais de 1h30 foi a coordenadora de pesquisa Luiza Moreira, 55. "Era esperado pelo número de pessoas que tem nessa faixa etária, mas a espera é o de menos, perdemos tantas pessoas pela falta da vacina", disse, emocionada.

Veja as datas:

  • Segunda-feira (14): 58 e 59 anos
  • Quarta-feira (16): 56 e 57 anos
  • Quinta-feira (17): 54 e 55 anos
  • Sexta-feira (18): 52 e 53 anos
  • Sábado (19): 50 e 51 anos
  • Segunda (21) e terça (22): repescagem das idades anteriores

Mesmo não sendo o dia escolhido pela prefeitura para sua idade, o motorista Ricardo Peneda, 50, foi até a UBS para conseguir a primeira dose. "Disseram que conseguiria tomar hoje, já que no sábado vou trabalhar", contou.

Quem tem 50 anos ou mais já pode se vacinar na cidade desde ontem, mas a prefeitura pede que as pessoas sigam o escalonamento sugerido para evitar aglomerações e longas filas nos postos.

Na UBS Cidade Patriarca, também na zona leste, a reportagem chegou 6h50, antes da abertura do prédio, no entanto, os funcionários já haviam feito a triagem com as 10 pessoas que aguardavam o imunizante.

"Cheguei 6h30 para conseguir me vacinar cedo, porque vi que tinha chances de ter fila", contou o financista Roberto Cotrufo, 54, que foi o primeiro a se vacinar no posto.

Na UBS Vila Aricanduva, a reportagem presenciou fila de 20 pessoas até 8h15. O mecânico Cláudio Minge, 55, chegou 6h50, mas ainda sim já havia 12 pessoas na sua frente.

Ele contou que chegou a olhar o site "De Olho na Fila". "Olhamos ontem e hoje cedo, mas a última atualização hoje era de ontem, então vim na sorte e como estou de carro conseguiria ir para outro posto se tivesse muita fila", explicou. A ferramenta da prefeitura tem apresentado falhas.

Os agentes de saúde faziam duas checagens de documentos. Uma na fila e outra antes da aplicação. A primeira dose foi aplicada do lado de fora do posto.

"Isso já traz uma segurança, porque ficamos tão preocupados com tudo que está acontecendo. Agora, minha preocupação é com meu filho de 21 anos, mas logo chega a vez dele também", disse.