PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Betim (MG) inicia vacinação de estudantes de 12 a 14 anos contra covid-19

Inicialmente serão vacinados alunos dos 7º, 8º e 9º ano do ensino fundamental da rede municipal - Getty Images
Inicialmente serão vacinados alunos dos 7º, 8º e 9º ano do ensino fundamental da rede municipal Imagem: Getty Images

Colaboração para o VivaBem

15/06/2021 09h29Atualizada em 16/06/2021 13h08

A prefeitura de Betim (MG), na região metropolitana de Belo Horizonte, iniciou hoje a vacinação de estudantes de 12 a 14 anos contra a covid-19. A imunização teve início pelos alunos da rede municipal de ensino.

A medida, segundo ex-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e médico sanitarista Gonzalo Vecina Neto, pode ter boa intenção, mas é equivocada. Em participação ao UOL News, o médico disse que ela indica a 'bagunça" na qual a vacinação está sendo realizada no Brasil. (Vídeo acima)

Serão beneficiados estudantes dos 7º, 8º e 9º ano do ensino fundamental, totalizando 13.519 adolescentes. A expectativa é de que, no total, 19 mil sejam imunizados. A prefeitura informou que abrirá um cadastro para que as instituições de ensino, estaduais e privadas, também façam o cadastro dos estudantes.

A decisão de imunizar o grupo foi tomada após a chegada de 6.047 doses da vacina da Pfizer — que na última sexta-feira (11) recebeu autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para uso em adolescentes a partir de 12 anos.

Segundo a prefeitura, todos os professores já receberam pelo menos a primeira dose da vacina. Nas redes sociais, o prefeito Vittorio Medioli (PSD) comentou a iniciativa. Segundo ele, foi dado "mais um passo" no planejamento de retomada das aulas presenciais, que tem previsão para agosto.

"Já perdemos o ano letivo de 2020 e precisamos nos movimentar para não perdermos mais um ano. Com professores e alunos vacinados, poderemos avaliar as condições de volta às aulas", escreveu.

Locais de vacinação

A imunização dos estudantes acontecerá nas escolas municipais. A divisão dos dias acontece conforme a região das escolas.

  • Quarta-feira (16): Regionais Icaivera, Citrolândia, Vianópolis e Petrovale
  • Quinta-feira (17): Regionais PTB e Teresópolis
  • Sexta-feira (18): Região Norte

"Confusão", diz Gonzalo Vecina

Em entrevista ao UOL News, o médico sanitarista Gonzalo Vecina Neto disse que a decisão de Betim pode ter boas intenções, mas é equivocada do ponto de vista epidemiológico.

Não sei como o prefeito de Betim tomou a decisão, mas ela não é positiva e indica a bagunça que estamos. Se alguém está fazendo alguma coisa que ninguém mais está fazendo, ou aquele cara é fantasticamente inteligente ou ele é um ponto fora da curva. Betim é um ponto fora da curva, infelizmente.
Gonzalo Vecina, médico sanitarista

De acordo com Vecina, a imunização dos jovens implica que outros grupos com mais risco de desenvolver formas mais graves da doença não estão sendo vacinados.

"Ele está equivocado. Equivocado do bem, mas equivocado. Crianças e jovens têm menor possibilidade de pegar a doença", disse.

"Tudo na vida é uma escolha. O trabalhador do transporte coletivo pôde fazer escolhas ou teve que trabalhar? Trabalhador de saúde teve possibilidade fazer escolhas ou teve que trabalhar?", completou.

Gonzalo Vecina reforçou a importância da escola para as crianças e disse ser a favor de um retorno presencial em segurança, mas fez outro alerta. "Isso que ele faz não muda a história toda. Vai vacinar na faixa de 12 a 14 anos, mas e o restante das crianças?", questionou.

Vacinação em Betim

Atualmente, a cidade está vacinando pessoas a partir de 59 anos, cidadãos com deficiência permanente, e pessoas de 40 a 49 anos com comorbidades. Betim também incluiu na lista de vacinação desta semana motoristas de transporte de passageiros, trabalhadores da limpeza urbana e portuários.

Para receber o imunizante, é preciso apresentar um documento de identidade, o cartão de vacina, o comprovante de trabalho para as categorias profissionais e um documento que comprove comorbidade, quando for o caso.

Confira o cronograma:

  • Pessoas com 59 anos, pessoas com deficiência permanente e população de 40 a 49 anos com comorbidade (que se cadastraram no site da prefeitura): a partir de 13h desta terça-feira (15), nas UBS (Unidades Básicas de Saúde)
  • Motoristas de transporte coletivo e escolar: dias 16, 17 e 18 de junho, de 8h às 17h, no anexo do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) - rua Tocantins, 301, Brasiléia
  • Trabalhadores da limpeza urbana e os Portuários: dias 17 e 18 de junho, de 8h às 17h, no anexo do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) - rua Tocantins, 301, Brasiléia

Saúde