PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Novavax: vacina anticovid tem mais de 90% de eficácia, incluindo variantes

Vacina da Novavax que está sendo desenvolvida contra o novo coronavírus; empresa planeja pedir uso emergencial no terceiro trimestre deste ano - Dado Ruvic/Reuters
Vacina da Novavax que está sendo desenvolvida contra o novo coronavírus; empresa planeja pedir uso emergencial no terceiro trimestre deste ano Imagem: Dado Ruvic/Reuters

Do VivaBem, em São Paulo

14/06/2021 08h17Atualizada em 14/06/2021 19h09

A empresa americana Novavax divulgou hoje resultados de um teste clínico que indica proteção superior a 90% de sua candidata à vacina contra a covid-19, inclusive contra as variantes do novo coronavírus.

A vacina "demonstrou uma proteção de 100% contra doenças moderadas e graves, e uma eficácia de 90,4% em geral", disse a companhia em um comunicado.

Ainda de acordo com a nota, "o estudo foi feito com 29.960 participantes em 119 lugares de Estados Unidos e México para avaliar eficácia, segurança e imunogenicidade".

Segundo a empresa, a variante B.1.1.7 (alfa), descoberta pela primeira vez no Reino Unido, se tornou a variante mais comum nos Estados Unidos durante os testes.

A Novavax também detectou variantes da covid-19 encontradas pela primeira vez no Brasil (gama), África do Sul (beta) e Índia (delta) entre os participantes do estudo, disse à Reuters o chefe de pesquisa e desenvolvimento da Novavax, Dr. Gregory Glenn.

"Em termos práticos, é muito importante que a vacina possa proteger contra um vírus que está circulando descontroladamente em termos de novas variantes", disse Glenn.

Com os resultados, a empresa planeja solicitar autorização de uso emergencial nos Estados Unidos e em outros países no terceiro trimestre de 2021. Ainda não há acordos anunciados com governos nacionais.

Ao contrário das vacinas da Pfizer, Moderna e AstraZeneca, que entregam as instruções genéticas que fazem as células humanas criarem uma proteína chave do vírus, a da Novavax injeta versões sintéticas dessas proteínas diretamente no corpo para evocar uma resposta imunológica.

*Com informações das agências AFP e Reuters

Saúde