PUBLICIDADE

Topo

VivaBem

Especialista acredita que Brasil vai enfrentar desafio para vacinar jovens

Prefeitos e governadores prometem vacinar toda a população adulta até outubro - JURANIR BADARÓ/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Prefeitos e governadores prometem vacinar toda a população adulta até outubro Imagem: JURANIR BADARÓ/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Do VivaBem, em São Paulo

14/06/2021 19h09

Programa de imunização contra a covid-19 vai enfrentar problemas na hora de vacinar a população mais jovem. A previsão é de Renato Kfouri, infectologista e diretor da SBI (Sociedade Brasileira de Imunizações).

Na opinião do especialista, o Brasil deve enfrentar o mesmo problema que Reino Unido, Israel, Estados Unidos e outros países da Europa vêm enfrentando, onde a população jovem não está procurando as unidades de saúde para tomar a vacina. "Esse vai ser um grande desafio que se avizinha".

"Na hora que você migra para populações de menor risco, a hesitação de se vacinar aumenta consideravelmente", explicou em entrevista na CNN Brasil. De acordo com o infectologista, será necessário investir em campanhas de incentivo mais efetivas para garantir a imunização.

Segundo ele, um dos motivos para a aceleração da vacinação, anunciada por prefeitos e governadores nos últimos dias, pode ser o não comparecimento dos mais jovens. Para Kfouri, é possível que a vacina esteja de fato sendo oferecida para toda a população até outubro, mas o comparecimento da população elegível não seja o ideal.

"Vacinar população mais jovem nunca foi tarefa fácil e, mesmo com a pandemia e com todas essas restrições, ainda vamos encontrar alguma dificuldade no convencimento dessa população", previu. "Espero que eu esteja errado", completou.

VivaBem