PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

PNI: Após quase 1 mês, Butantan entregará 800 mil doses da CoronaVac amanhã

Funcionários pegam ampolas da CoronaVac no centro de produção do Instituto Butantan, em São Paulo - Amanda Perobelli/Reuters
Funcionários pegam ampolas da CoronaVac no centro de produção do Instituto Butantan, em São Paulo Imagem: Amanda Perobelli/Reuters

Lucas Bordes Teixeira

Do UOL, em São Paulo

10/06/2021 16h58

O Instituto Butantan voltará a enviar a vacina CoronaVac ao PNI (Programa Nacional de Imunização) a partir de amanhã. A última entrega da vacina pelo instituto paulista à união foi em 14 de maio, há quase um mês.

A entrega foi confirmada ao UOL pelo secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchtyen, na tarde de hoje. A expectativa é que sejam enviadas 800 mil doses, quantidade não oficializada pelo Butantan.

Esta é a primeira entrega com o lote dos 3 mil litros de IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) que chegaram ao Brasil no último dia 25. Ao todo, o Butantan estima que rendam 5 milhões de doses.

A entrega do imunizante produzido em parceria com a Sinovac tem sofrido janelas por causa do atraso dos insumos vindos da China. A produção da vacina ficou paralisada de 14 a 27 de maio.

Do total de doses do imunizante, o estado de São Paulo já deverá reter sua cota, de 180.800, e desembarcar o resto.

Previsões do governo federal

Hoje, o Ministério da Saúde reduziu, pela terceira semana seguida, a previsão de entrega de vacinas contra a covid-19 para o mês de junho, dessa vez com a diminuição das entregas por parte do consórcio Covax em pouco menos de 2 milhões de doses.

A previsão é apresentada pelo ministério semanalmente. Em 19 de maio, contava-se com 52,2 milhões de vacinas. Esta semana, essa contabilidade está em 37,9 milhões.

Saúde