PUBLICIDADE

Topo

Ex-obeso mórbido, Lucas perdeu 40 kg sem gastar muito com dieta

Lucas Palmério, 32, conta sobre sua decisão de mudar os hábitos após chegar aos 138 kg - Arquivo pessoal
Lucas Palmério, 32, conta sobre sua decisão de mudar os hábitos após chegar aos 138 kg Imagem: Arquivo pessoal

Giulia Granchi

Do VivaBem, em São Paulo

11/03/2021 04h00

Com 138 kg e 1,81 m de altura, Lucas Palmério, 32 anos, nunca se importou por estar acima do peso. O susto veio quando o profissional de marketing foi diagnosticado com hepatite A e precisou fazer uma bateria de exames. Os índices de saúde alterados o fizeram perceber que ele precisava se cuidar e mudar o estilo de vida. A seguir, Lucas conta como conseguiu chegar a 98 kg:

"Neste mês de março, faz três anos que resolvi virar a chave. Sempre fui um cara completamente desencanado com meu peso, mesmo sendo obeso mórbido. Vivia tranquilo, sem cortar o cabelo, fazer a barba... Não tinha cuidados comigo mesmo.

Dois motivos fizeram com que eu chegasse em um dígito tão alto na balança. O primeiro foi o paladar infantil que eu tinha. Trabalho como coordenador de marketing de um shopping em São Paulo e, na hora do almoço, sempre escolhia um fast-food ou montava um prato com muitas frituras e nada de salada. Tomava pelo menos um litro e meio de refrigerante por dia e passava o dia chupando bala e comendo bolacha recheada. À noite, fazia meu jantar com comida de melhor qualidade: arroz, bife, feijão, macarrão... Mas a regra era comer dois ou três pratos.

Lucas Palmério 2 - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Outro fator que influenciou no meu peso é que nunca gostei de atividades físicas. Tentei musculação e natação, mas odiava treinar.

Minha situação só mudou quando eu fui diagnosticado com hepatite A, uma inflamação do fígado causada por um vírus, em 2018. Minha suspeita é que fui infectado após comer um hot-dog, mas os médicos não confirmaram porque a transmissão pode ocorrer de várias formas.

Na bateria de exames que fiz para examinar o quadro, descobri que minha saúde não ia bem. Triglicérides, colesterol, nível altíssimo de gordura corporal e outros sinais me fizeram dizer: 'Chega, vou mudar minha vida e farei isso como eu posso'.

Com a ideia em mente de que emagrecer é caro, comecei a dieta decidido a economizar. Foi aí que descobri que comer bem é mais barato —legume, salada, frutas não custam muito. O que pesa no bolso é comprar suplementos, barrinhas de proteína, bolinhos low carb... Mas eu não precisava de nada disso

Lucas Palmério - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Em um mês, mesmo sem treinar, mas realmente 'fechando a boca' e negando qualquer guloseima ou cervejinha, perdi 10 kg. Era o que eu precisava para me motivar.

Depois, decidi tentar de novo a musculação, mesmo sabendo que não curtia. Queria ter mais ânimo e dar um gás na mudança corporal, então me inscrevi na academia do bairro.

No segundo mês, segui uma dieta regrada de segunda à sexta, mas já abri exceções nos finais de semana. No mês seguinte, adotei um cachorro cheio de energia e passei a acordar uma hora mais cedo para caminhar com ele. Em paralelo, continuei com a musculação, mas como não me sentia bem, decidi que era hora de testar outras modalidades.

Eu me encontrei no muay thai. É uma luta que desenvolve o condicionamento físico e a força e, para mim, até ajudou a controlar a ansiedade.

Com táticas simples e muito foco, emagreci 40 kg em dois anos. Durante a pandemia, fiquei sete meses sem fazer exercício. O que me ajudou a manter a forma foram os passeios com o Lobo, meu cachorro, e a rotina alimentar com meu namorado, que também gosta de comer bem.

Lucas Palmério 3 - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Hoje, faço acompanhamento com um nutrólogo e estou sempre de olho nos exames. Fico feliz demais em ver que não tenho mais nenhum resultado alterado.

Para quem também quer perder peso, meu conselho é procurar um esporte que faça você vibrar e ter paciência, porque o emagrecimento é um processo. E comer bem, claro! Enquanto cozinho para mim, por exemplo, não acho que estou perdendo tempo. Vale sempre lembrar que sua saúde não tem preço."

Quer emagrecer? Receba um plano gratuito com treino e dieta em seu email

Você quer mudar hábitos, começar a praticar exercícios, ter uma alimentação mais saudável e emagrecer? O VivaBem preparou uma série de newsletters com um programa de treino e uma dieta para perder peso (neste link tem a caixa para você se cadastrar para recebê-las). Ao assinar a newsletter do #ProjetoVivaBem, você vai receber em seu email, ao longo de 12 semanas, um plano completo e gratuito com exercícios, cardápios e dicas para mudar o estilo de vida, que ajudarão a alcançar o objetivo de eliminar gordura corporal, ganhar músculos e, principalmente, adotar hábitos mais saudáveis. Siga nosso programa e compartilhe seu novo dia a dia mais saudável e seus resultados nas redes sociais com a #ProjetoVivabem.