PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Enjoo e vômito na gravidez começam em apenas três dias, sugere estudo

94% das mulheres experimentaram sintomas de enjoo da gravidez - iStock
94% das mulheres experimentaram sintomas de enjoo da gravidez Imagem: iStock

Do VivaBem, em São Paulo

15/01/2021 20h24

A maioria das mulheres vai apresentar sintomas de náusea e vômito durante a gravidez, principalmente nos primeiros meses. Mas um estudo realizado pela Warwick Medical School, do Reino Unido, publicado no periódico BMC Pregnancy and Childbirth no dia 6 de janeiro de 2021, sugere que o enjoo pode começar muito antes do que o imaginado: em apenas três dias.

De acordo com um dos autores do estudo, o professor Roger Gadsby, as mulheres que sofriam de náuseas e vômitos, no passado, tinham seus sintomas "banalizados e negligenciados". "Se pensava que havia uma base psicológica para isso", diz. "Esta pesquisa reforça ainda mais que isso está longe de ser verdade, que este é um problema biológico relacionado ao desenvolvimento do feto em estágio inicial".

Como o estudo foi feito?

Os pesquisadores mediram o início dos sintomas a partir da data da ovulação, e não do último período menstrual (período que costuma ser usado para calcular o início da gravidez). Segundo os cientistas, a data da ovulação é considerada um ponto de partida mais preciso, já que os ciclos menstruais podem variar muito entre as pessoas.

O estudo utilizou dados de um diário de sintomas de 256 mulheres grávidas do Reino Unido, entre 2 de maio de 2014 a 25 de novembro de 2016.

Os autores compararam o início de sintomas (náusea e vômito) com a data da última menstruação e a data da ovulação, por meio de um teste de urina.

Quais foram os resultados?

Usando a data da ovulação como o início da gravidez, a maioria das mulheres experimentou os primeiros sintomas do enjoo da gravidez após 8 a 10 dias — em comparação com 20 a 30 dias se medido a partir de seu último período menstrual.

Isso não apenas demonstrou que o enjoo durante a gravidez começa mais cedo, segundo pesquisas anteriores, mas também mostrou que usar a data da ovulação reduz o período de início dos sintomas para 3 dias — em vez de 11 dias se o último período menstrual for usado.

A pesquisa também descobriu que 94% das mulheres experimentaram sintomas de enjoo da gravidez, uma proporção maior do que a pesquisa anterior que geralmente calcula a proporção como mais próxima de 80%.

Por que este estudo é importante?

A descoberta, segundo os pesquisadores, abre a possibilidade para os cientistas identificarem uma causa biológica para os sintomas comuns durante a gravidez.

Além disso, ao saber em qual período os sintomas aparecem, os pesquisadores podem concentrar seus esforços nesse estágio particular de desenvolvimento para encontrar a causa dos enjoos e vômito. No estudo, os autores também explica que, com o resultado, novas pesquisas podem auxiliar na descoberta de um tratamento mais eficaz para os sintomas.

Saúde